Cigano e Pezão apostam em bom humor para aliviar possível confronto

Las Vegas (EUA) – Estrelas brasileiras do card do UFC 160, Antonio Pezão e Junior Cigano estão a um passo de colocar a amizade à prova. Isso porque, caso ambos saiam vencedores de seus desafios neste sábado, podem se enfrentar em duelo pelo cinturão dos pesados.

Enquanto o paraibano terá a sua primeira chance de título contra o atual campeão Cain Velasquez, Cigano enfrenta Mark Hunt em peleja que vai definir o próximo desafiante ao cinturão.

Amigos e companheiros de time, Pezão e Cigano já treinaram juntos e têm Rodrigo Minotauro como mentor. A sintonia entre eles é nítida nos bastidores do UFC 160, pois sempre que se encontram os dois trocam palavras de força e motivação, além de estarem sempre de bom humor e fazendo brincadeiras entre si. Apesar disso, os lutadores garantem que não terão problema caso tenham de se enfrentar, contanto que o duelo seja pelo cinturão.

“É difícil, a gente nunca quer lutar contra um amigo né? Seria melhor lutar contra outro atleta, mas existe uma fila que, no final dela não tem jeito e nós somos profissionais, nós vamos fazer essa luta, já combinamos isso, se for pelo título vamos lutar, mas só pelo título. Vai ser difícil, mas o profissionalismo tem que falar mais alto”, declara Pezão, que completou em seguida.

“É como o Cigano falou: ‘Pezão você tem que pensar na sua família, nas pessoas que precisam do seu suporte, eu tenho que pensar na minha e depois da luta a gente vai tomar um drinque, uma pizza, o importante é que o título vai estar no Brasil'”.

“Vai ser um teste difícil, vamos ter que trabalhar o psicológico (risos), mas eu sei que se isso chegar a acontecer é porque será inevitável. Como amigo do Pezão eu não posso privá-lo de ir buscar o sonho dele e vice-versa.

Quando você tem amigos na mesma divisão de peso, cedo ou tarde isso vai acontecer”, afirma Cigano, que por outro lado sempre deixou claro que nunca enfrentaria o mentor Minotauro.

Cigano conta como conheceu o ‘Leãozinho’

“Eu sempre conto essa história. Eu o vi pela primeira vez numa sessão de sparring e ele estava preparando as mãos para colocar a luva cantando aquela música ‘Leãozinho’ do Caetano Veloso. Um cara deste tamanho cantando aquela música!”, relembra. “Nós já nos conhecemos há quatro anos, somos parte do mesmo time, somos amigos, e eu realmente acredito que ele será o próximo campeão do UFC. Ele é uma pessoa do bem, um lutador muito esforçado, trabalhou duro e merece ser recompensado”, completou.

Pezão também era só elogios para Junior, e declarou sua torcida pelo amigo no duelo contra Hunt. “São dois grandes atletas, tudo pode acontecer porque os dois têm a mão muito pesada, mas eu creio que o Cigano tem uma vantagem em cima do Hunt por ser mais rápido.”

“Muita gente ainda não viu, mas o Cigano tem um chão muito bom, excelente, já treinei com ele, já tive a oportunidade de vê-lo treinando com pessoas como o Minotauro, como o Rogério (Minotouro) e o cara já deu trabalho para todo mundo ali. Então se ele souber usar essa vantagem, com certeza ele vai sair vitorioso” afirma.

“Se Deus quiser só vai dar Brasil no octógono no sábado a noite e nós vamos comemorar muito antes de depois de nos enfrentarmos porque o título vai ficar no Brasil e é isso o que importa”, finalizou.

Evelyn Rodrigues – UOL

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.