CBF cede a apelos e permite que cearenses mostrem carinho à Seleção

Fortaleza – O coro que ecoava antes mesmo de a Seleção Brasileira chegar ao Presidente Vargas para treinar, na tarde desta segunda-feira, surtiu efeito. Após insistentes gritos de “abre” de cerca de 5.000 torcedores cearenses, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) cedeu e permitiu que o público acompanhasse o final da atividade das arquibancadas do Presidente Vargas.

Os torcedores entraram assim que um amistoso entre os reservas do Brasil e o time sub-20 do Ceará acabou, com empate por 2 a 2. Naquele instante, os novatos já aproveitavam para tirar fotografias e pedir autógrafos aos colegas de profissão mais ricos. Eram aqueles mesmos jogadores famosos os responsáveis por mover a multidão, que se dizia brasileira “com muito orgulho e com muito amor”.

A torcida teve pouco tempo para ver os atletas do Brasil em ação, mas aproveitou cada minuto. Comemorou um gol em treinamento de pênaltis, por exemplo, como se estivesse no estádio para acompanhar uma partida oficial. Os nomes de boa parte dos jogadores dirigidos por Luiz Felipe Scolari também foram entoados.

Com tamanho carinho, os atletas da Seleção se dirigiram à arquibancada para agradecer com aplausos e foram ainda mais ovacionados. Os irreverentes Neymar e Marcelo, que brincavam de exibir habilidade com a bola minutos antes, brandiram os braços para pedir mais barulho. Lucas, xodó da torcida, foi um dos últimos a caminhar até o público. Foi recepcionado com êxtase generalizado.

A Seleção Brasileira fará mais um treinamento em Fortaleza antes de enfrentar o México na quarta-feira, pela segunda rodada da Copa das Confederações. Será no Castelão a princípio, sem presença de público, na véspera da partida.

(Gazeta)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.