CBE 2013 começa com o ‘pé direito’ em Manaus

(Amazonianarede Assessoria)

Realizado pela primeira vez na Região Norte, o 20º Congresso Brasileiro de Economia (CBE) iniciou na noite de ontem (4) em Manaus com o ‘pé direito’, atraindo um dos maiores públicos já registrados na história do evento.

Em torno de mil congressistas compareceram a abertura do CBE 2013, cujo tema é “Economia Verde, Desenvolvimento e Mudanças Econômicas Globais”.

Anfitrião do Congresso na capital amazonense, o presidente do Conselho Regional de Economia do Estado do Amazonas (Corecon-AM), Marcus Evangelista, ‘abriu’ a noite agradecendo a presença dos profissionais e estudantes vindos de todos os lugares do Brasil.

Ele pontuou que o CBE 2013 é um evento de oferta de conhecimento e intercâmbio de informações. “Nosso principal objetivo foi de oferecer às pessoas um espaço enriquecedor na discussão de novos caminhos para gestão nacional de recursos do planeta”, destacou. De acordo com Evangelista, a categoria tem como compromisso a busca de soluções para o desenvolvimento econômico aliado à preservação ambiental.

O coordenador geral do CBE 2013, conselheiro federal Erivaldo Lopes, se mostrou bastante emocionado na abertura, especialmente após vencer inúmeros obstáculos. Lopes agradeceu o apoio do governo do Estado do Amazonas, da Prefeitura de Manaus e de diversos órgãos que auxiliaram na concretização do Congresso em terras amazônidas, como as Superintendências da Zona Franca de Manaus (Suframa) e do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam) e Centro da Indústria do Estado do Amazonas (Cieam).

Premiação

Também na noite de abertura do CBE 2013, aconteceu a premiação dos doze profissionais vencedores do 19º Prêmio Brasil de Economia, dividido nas categorias monografia de graduação, artigo técnico ou científico, dissertação de mestrado, tese de doutorado e livro de economia.

Em seguida veio a apresentação da conferencia magna “Economia Verde a serviço do desenvolvimento includente e sustentável”, feita pelo coordenador regional da comissão científica do CBE 2013, José Alberto Machado. Ele representou o autor da palestra, o eco-socioeconomista polonês Ignacy Sachs, ausente do evento devido a problemas de saúde.

Palestras

Na manhã desta quinta-feira (5), o evento segue com palestras temáticas até às 12h, e, à tarde (14h às 18h), com mini-cursos em três áreas distintas. À noite a programação começa às 19h e terá palestra do prefeito Arthur Virgílio Neto com o tema “Desafios e avanços na gestão de cidades amazônicas: o caso de Manaus” e, ainda, com apresentação do superintendente de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), Djalma Melo, falando sobre: “Perspectivas Econômicas na Região Amazônia”.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.