Caso seja comprovada agressão a argentinos, São Paulo pode ser eliminado da Sul-Americana

Amazonianarede – Yahoo

São Paulo – A final da Sul-Americana deveria ser uma grande festa. No entanto, a despedida de Lucas e o fim do jejum de títulos do Tricolor paulista foi marcada por uma série de confusões. Após o fim da primeira etapa o placar já apontava 2 a 0 para a equipe brasileira, contudo o Tigre se recusou a retornar ao gramado no Morumbi e seus representantes alegaram que foram ameaçados por armas de fogo pelos seguranças do São Paulo.

‘Nos emboscaram quando voltavamos ao vestiário’, disse um dos dirigentes do Tigre com o rosto ferido e a testa manchada de sangue. O clima já ficou tenso bem antes da bola rolar, a equipe paulista proibiu o time argentino de reconhecer o gramado na véspera da partida. Antes do jogo os atletas argentinos tentaram aquecer no gramado e foram cercados por seguranças, no entanto, acabaram forçando a entrada. Vale a ressalva que uma placa no vestiário visitante do Morumbi deixa claro que é proibido aquecer no campo de jogo.

Com a bola rolando, os argentinos abusaram da violência. O zagueiro Orban do Tigre acertou uma cotovelada no atacante Lucas do Tricolor que sangrou bastante. Na saída do intervalo, o camisa 7 foi conversar com o marcador argentino e acabou gerando um começo de confusão.

Vestiário do Tigre

Com a negativa do time argentino de voltar a campo, o árbitro da partida apontou o fim da partida e o título da Sul-Americana ficou com o Tricolor. Jogadores do São Paulo e a torcida comemoram o título.

Visivelmente alterado, Ney Franco disse que a equipe argentina ‘pipocou’ e que o São Paulo é o campeão do torneio. “Eles são galos de briga. Só sabem bater e não jogar… Eles pipocaram”, reclamou.

Premiação e manchas de sangue no vestiário do Tigre

Enquanto o presidente da Conmebol Nicolás Leoz entregava as medalhas e a taça de campeão da Sul-Americana aos jogadores do São Paulo, a Fox Sports argentina mostrava imagens do vestiário do Tigre com as paredes manchadas de sangue.

Conforme o Yahoo! Esporte Interativo apurou junto a Conmebol, o São Paulo deve ficar mesmo com o título da Sul-Americana. O caso será investigado e inicialmente o Tigre está fora da Taça Libertadores de 2013. Caso seja comprovado envolvimento dos seguranças do São Paulo e da polícia brasileira é o São Paulo que será excluído da competição.

Polícia confirma briga entre seguranças do São Paulo e atletas do Tigre

Major Gonzaga responsável pelo policiamento no Morumbi afirmou que a PM teve que separar uma briga generalizada entre os seguranças do clube e os atletas do Tigre. O oficial ainda declarou que os seguranças do São Paulo não portavam armas de fogo. Os envolvidos na confusão foram encaminhados a delegacia.

(Fonte: Yahoo Esporte Interativo)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.