Cai para o menor nível em 10 anos a produção de motos no Brasil

A queda na produção de motos no Brasil é grande e incluí a ZFM
A queda na produção de motos no Brasil é grande e incluí a ZFM
A queda na produção de motos no Brasil é grande e incluí a ZFM

Brasil – Pesquisa realizada pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas ( Abraciclo) a produção de motos atingiu o menor nível em 10 anos. De acordo com a entidade, o acumulado de janeiro a maio chegou a 582.528 unidades, o pior resultado do setor desde 2005, quando havia alcançado 495.098 motos no mesmo período.

Vale ressaltar, que grande parte dessa produção e naturalmente, da queda, está no Polo Industrial de Manaus, onde várias fábricas de montagem estão instaladas.

Comparado a 2014, que fechou os 5 primeiros meses do ano com 695.155 unidades, a queda em 2015 foi de 16,2%. Em maio, foram produzidas 119.280 motocicletas, o que corresponde a uma alta de 15,7% em relação a abril (103.061 unidades), porém também indica uma queda de 12,3% em comparação com o mesmo mês de 2014 (136.080 unidades).

“A instabilidade macroeconômica, atrelada à falta de confiança do consumidor, reforça o momento de cautela. O setor já havia feito uma redução nas projeções de produção e vendas para 2015, porém, diante da piora do cenário, novos ajustes não estão descartados”, afirmou Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo, em comunicado.

A queda no setor de motos acompanha resultados na produção de veículos, que retornou ao nível de 2005m em seus números alcançados no mês de maio.

Exportações

As exportações somaram 3.653 motocicletas em maio, com recuo de 47,8% em relação ao mesmo mês de 2014 (7.002 unidades).

Em comparação com abril (2.761 unidades), as exportações evoluíram 32,3%. De janeiro a maio foram exportadas 12.765 motocicletas, volume 68,5% abaixo do registrado no mesmo período de 2014, que havia totalizado 40.579 unidades.

Amazonianarede-Abraciclo

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.