Bruno pode confessar crime, diz advogado

Amazonianarede – Band

Minas Gerais – Goleiro teria atitude para reduzir pena; assistente de acusação diz que, assim, ele pode voltar aos campos em 3 anos.

O advogado de defesa de Bruno Fernandes, Thiago Lenoir, afirmou nesta segunda-feira que o goleiro pode confessar que mandou matar a modelo Eliza Samudio em 2010. Caso isso aconteça, o réu pode ter a pena diminuída.

“Pode acontecer. Mas não quer dizer que vamos levar isso para tese. O que estamos discutindo é a ausência de dolo de Bruno na morte de Eliza”, disse Lenoir.

Para o advogado José Arteiro, assistente de acusação, a confissão de Bruno o beneficiaria e o levaria mais rápido aos gramados. “Se ele confessar que mandou matar, a pena dele reduz e, daqui dois ou três anos, ele pode trabalhar. Caso contrário, vai levar uma cangalha pra deixar de ser burro”, desabafou.

O julgamento de Bruno teve início na manhã desta segunda-feira com quase uma hora de atraso. Em uma breve permanência no Plenário, o ex-jogador do Flamengo chorou enquanto segurava uma Bíblia.

Para a mãe de Eliza, Sônia Moura, a atitude de Bruno é uma farsa para chamar a atenção e comover o público, “as lagrimas dele não me comovem”, disse. 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.