Belo Monte: Juiz nega pedido e índios têm que deixar canteiro

Belém – O juiz federal Sérgio Wolney de Oliveira Guedes não atendeu ao pedido dos índios e manteve a determinação para eles saiam do canteiro de obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu, no Pará.

Os manifestantes, no entanto, insistem em permanecer no local, que está ocupado desde a madrugada de segunda-feira (27).

O advogado que representa os índios, Adelar Cupsinski, havia protocolado na manhã desta quarta-feira (29) um pedido de suspensão da decisão. No documento, ele apontou o risco de um possível confronto entre policiais e índios. Porém, a solicitação não foi acatada.

Ao final da tarde de ontem(29), um oficial da Justiça Federal voltou ao canteiro para entregar um novo documento com a ordem de reintegração de posse à Norte Energia, empresa responsável pela execução das obras.

(Jorge Luís Rodrigues/DOL) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.