Até mesário hostiliza ministro Ricardo Lewandowski em seção eleitoral de São Paulo

Ricardo Lewandowisk em São Paulo
Efeito mensalão: Deu na Folha de São Paulo… Após votar, o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Ricardo Lewandowski foi hostilizado por eleitores, que o criticavam pela absolvição de réus do mensalão, como o ex-ministro José Dirceu.Para diminuir os riscos de tumultos, o juiz Alexandre David Malfatti, responsável pela zona 258, na região sul de São Paulo, onde vota o ministro, determinou a expulsão de três repórteres do colégio estadual Mario de Andrade.
 
A imprensa, segundo o juiz, não pode acompanhar o voto do ministro. “Para fim de resguardo do voto do eleitor”, afirma Cláudia Ciscolo, chefe do cartório, que falava em nome de Malfatti.Ao longo da manhã, a menção ao nome do ministro, revisor do mensalão, provocou reações negativas entre os eleitores do colégio. O ministro votou pela absolvição de réus do processo, entre eles, José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil durante o governo Lula.”Nunca vi isso, pelo contrário, só recebo cumprimentos. Muitas pessoas querem tirar foto comigo. Você vê aqui a tranquilidade. Entrei na fila como um cidadão comum, pela porta da frente.” No primeiro turno, Lewandowski entrou pela porta dos fundos da escola.
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.