Após ser ‘perdoado’ por Pelé, Romário rebate: ‘É um boçal’

Brasília – Deputado federal ironizou as frases de Pelé sobre o que seria a base ideal da seleção brasileira, questionou a religiosidade do Rei e sua relação com a filha.

O bate-boca entre Pelé e Romário deve ganhar novos capítulos nos próximos dias. Depois de ser questionado sobre as críticas que o deputado federal havia dirigido a ele, Pelé afirmou que, por ser religioso, agiria como Jesus Cristo e perdoaria os ignorantes.

Na noite desta quinta-feira, o Baixinho respondeu com um contra-ataque pelo Twitter, sem poupar a relação do Atleta do Século com a filha Sandra, reconhecida pelo pai apenas após decisão judicial em 1996. “Pelé rebateu minha famosa frase: ‘Pelé calado é um poeta’. Comumente usada, afinal, ele vive dando deixa. A última besteira que ele disse foi que a base do Corinthians deveria ser a base da seleção. Pediu, né?”, indagou o ex-jogador e hoje parlamentar, nas redes sociais.

Romário, então, resolveu destrinchar as declarações de Pelé sobre “perdoar os ignorantes” com base em sua formação religiosa. O deputado federal disparou contra o desempenho do Brasil no 2 a 2 com o Chile, afirmando que a base corintiana pedida pelo Rei teria sido usada – ainda que apenas Ralf e Paulinho tenham começado como titulares, enquanto Alexandre Pato entrou no segundo tempo.

“A base do time que ele sugeriu para a seleção tomou ontem a maior vaia de sua história. Merecidamente, porque eles não jogaram nada”, disse Romário, para depois atacar a vida pessoal de Pelé: “Ele disse que é muito católico. Acho que não é tão católico quanto afirma, porque se fosse, teria assumido a filha e ido ao enterro dela. Além de poeta, também é um boçal”, disparou.

(Com agência Gazeta Press) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.