AP: Escolas indígenas terão sistema alternativo de energia

Amazonianarede – Diário do AP

Macapá – O secretário de Estado da Infraestrutura (Seinf), Joel Banha e o secretário extraordinário dos Povos Indígenas (Sepi), Coaracy Maciel Gabriel, discutiram ontem, 25, as políticas públicas do Governo do Estado para a implantação de um sistema alternativo de energia elétrica nas escolas indígenas do Amapá.

O chefe de Gabinete da Seinf, Edvan Barros, disse que o Governo do Estado aguarda para esta semana a apresentação de estudos realizados pelos técnicos da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa) e da Casa de Apoio à Saúde Indígena (Casai) sobre o sistema isolado de abastecimento de água nas aldeias.

A Seinf, por sua vez, irá apresentar o orçamento para a aquisição de material para os sistemas isolados e a Eletronorte fará a doação de kits contendo placas solares, reversor controlador, baterias e acessórios, até a chegada da extensão da rede de energia.

“O Governo do Estado, por meio da Seinf, também articulará audiência junto a Justiça Federal para discutir a situação das escolas, que por vício na origem dos processos, não constam projetos de água e energia”, disse Edvan Barros.

A construção das escolas do Parque Indígena Montanhas do Tumucumaque, termina em abril deste ano. As escolas estão sendo construídas nas comunidades de Kumarumã, Kumenê, Espírito Santo, Santa Isabel, Kamuywá, Yanawá, Uahá e Kunanã.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.