Amazonas muda metodologia de cálculo e quer arrecadar R$ 40 milhões de IPVA em 2013

Amazonianarede – Redação

Manaus – O cálculo para a cobrança do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) a partir do próximo ano (2013) será feito com nova metodologia, o que poderá tornar o imposto mais caro para uns e mais barato para outros, de acordo com as condições de conservação do veículo.

A secretaria da Fazenda que já está trabalhando na implantação do novo sistema que terá como base para avaliação do imposto, o valor de mercado do veículo, de acordo com tabela da Fundação do Instituto de Pesquisas Econômica (FIPE), já vigorando em vários estados brasileiros e que está chegando ao Amazonas.

Segundo informou o titular da SEFAZ Afonso Lobo, dependendo do ano e modelo do veículo existe a possibilidade de aumento ou redução no imposto. No Amazonas a estimativa é de que com a mudança, o Estado recolha em 2013 cerca de R$ 40 milhões.

Até este ano, o mecanismo utilizado pelo Amazonas para definir o valor do IPVA, era própria e elaborado pelo corpo técnico da secretaria, onde era considerado basicamente a depreciação do veículo.

De acordo com o titular da SEFAZ, Afonso Lobo, o Amazonas era o único Estado do país que não adotava o estudo com base no cálculo do IPVA.

“Antes nós trabalhávamos com depreciações, pegava-se o preço do veículo e aplicava a depreciação contábil normal, mas muitas vezes essas depreciações simples não refletiam o preço de mercado efetivo. Por essa razão que nós estamos adotando agora o estudo de mercado dos preços de venda na base de cálculo”- afirmou.

O secretário disse também que a alíquota do imposto não será alterada e permanecerá em 2% para veículos com motor de até mil cilindradas e 3 acima de mil cilindradas.

A variação no valor do imposto, será mesmo o preço de mercado de cada modelo, com variações para mais ou para menos.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.