Agências bancárias se negam a receber contas de outros bancos; para o Procon, cliente deve denunciar

Agencia Bradesco, Manaus
Agencia Bradesco, Manaus
Agencia Bradesco, Manaus

Manaus – Grande parte das agências bancárias da rede bancária  Manaus, estão  se recusando a receber pagamentos de contas de outros bancos, mesmo que estejam dentro do de vencimento.De acordo com reclamações de consumidores, as pessoas que não são correntistas estão deixando de ser atendidas e são orientadas a se dirigir a casas lotéricas.

Para o Código  de  Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), alerta que a atitude das agências atenta contra o Código de Defesa do Consumidor e aquele que não for atendido pela agência bancária deve fazer denúncia. A instituição que incorrer em infração deste tipo, segundo o órgão, estará sujeita a uma multa, que não é barata.
Cibele Freitas foi uma das consumidoras barradas em uma agência bancária nesta semana. “Cheguei à porta da agência, com uma conta de outro banco, mas com a data ainda por vencer”, disse. Mesmo assim, revela, foi parada por um funcionário antes de passar pela porta eletrônica.

“Ele me disse que, a partir do dia seguinte, só correntistas poderiam pagar contas de outros bancos e que eu deveria procurar uma casa lotérica.” De acordo com ela, o funcionário da agência contou que a ordem havia partido da administração regional do banco.

“Eu entrei e paguei. Só havia uma caixa atendendo, não havia mais o caixa preferencial. No fim, ela também reforçou que, a partir do dia seguinte, não receberia mais contas de não correntistas.” A história de Cibele foi vivenciada diversas vezes por Regina Rocha.

Pagando conta em uma casa lotérica, ela fala que não se dirige mais a agências bancárias quando pretende pagar algum boleto. “Já passei por isso várias vezes, a última, duas semanas atrás.” Segundo ela, a atitude dos funcionários é sempre a mesma. “Dizem que não aceitam contas de outros bancos, a não ser que seja correntista, e falam para eu ir a uma casa lotérica.”

Procon

Segundo o Procon, “os bancos são obrigados a receber o pagamento tanto de boletos emitidos por eles mesmos quanto daqueles que podem ser pagos em toda a rede bancária até a data do vencimento.”

Observa ainda  observa, no entanto, que como contas de água e de energia, os bancos são obrigados a receber apenas se mantiverem convênio com estas instituições. “Ele só pode se recusar quando não tem convênio nenhum.

” O banco pode se recusar a receber boleto, ainda, quando está especificado que ele deverá ser pago exclusivamente em determinada agência. A verdade  é as agências promovem um “empurra-empurra” do consumidor que não é correntista, fato que já tem gerado algumas multas aos bancos.

O Procon destaca que essa recusa no atendimento fere o artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor, que descreve ser “considerada prática abusiva a recusa da venda de bens ou a prestação de serviços, diretamente a quem se disponha a adquiri-los mediante pronto pagamento.

” O maior problema relacionado ao desrespeito das agências bancárias ao consumidor, ele alerta, é a falta de denúncias. “Custa muito denunciar, mas o custo não é dinheiro, é de tempo.” O representante do Procon explica que o consumidor se cansa por ser direcionado de um lugar a outro e, por isso, desiste de procurar seus direitos.

Bradesco

O portal Amazonianarede, recebeu a denuncia indignado de um consumidor, que ficou revoltado com o comportamento de uma agencia do Bradesco, em Manaus.

O consumidor que pediu sigilo quanto a sua identidade, disse que hoje ainda conseguiu pagar a conta que não era do banco, mas foi alertado que a partir da próxima semana, procure a agencia que consta no boleto ou uma lotérica, m porque o Bradesco só receberá as suas contas,  ou no crédito, naturalmente com o cartão do banco.

O fato é que não estão mais querendo receber faturas na boca do caixa, ou o interessado vai para os caixas eletrônicos, loterias ou a internet.

O Bradesco também  já não estão mais recebendo fatura de contas de telefone celular e atualmente a forma de pagar é na Lotéricas ou pela Internet.

Revoltado o cidadão disse que não entende o porque  desse arrocho, a ser pela corrida de conquistas clientes a qualquer  custo, considerando que hoje tudo giram em torno dos bancos, “ Tem muita gente que tem conga em banco apenas para receber o seu mísero salário e se tiver boletos de outros bancos, vai ficar mais quitar as dívidas isso sem falar, que existem cartões  de crédito, cujas agencias bancárias com as quais trambalham não  possuem agencias em Manaus.

Salientou que nessa briga  para aumentar a clientela a  qualquer custo, quem mais um vez sai perdendo é consumidor, que costumeiramente é muito desrespeitado no pais, onde os  direitos adquiridos de forma legal, com explica claramente o Código de Defesa do Consumidor, são naturalmente ignorados.

Amazonianarede

 

Agências se negam a receber contas de outros bancos; para Procon, cliente deve denunciar

Anderson Oliveira
[email protected]

Agências bancárias de Sorocaba têm se recusado a fazer o pagamento de contas de outros bancos, mesmo que elas estejam dentro do prazo de vencimento. De acordo com reclamações de consumidores, as pessoas que não são correntistas estão deixando de ser atendidas e são orientadas a se dirigir a casas lotéricas. A Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), em Sorocaba, alerta que a atitude das agências atenta contra o Código de Defesa do Consumidor e aquele que não for atendido pela agência bancária deve fazer denúncia. A instituição que incorrer em infração deste tipo, segundo o órgão, estará sujeita a uma multa de até R$ 3 milhões.

Cibele Freitas foi uma das consumidoras barradas em uma agência bancária nesta semana. “Cheguei à porta da agência, com uma conta de outro banco, mas com a data ainda por vencer”, disse. Mesmo assim, revela, foi parada por um funcionário antes de passar pela porta eletrônica. “Ele me disse que, a partir do dia seguinte, só correntistas poderiam pagar contas de outros bancos e que eu deveria procurar uma casa lotérica.”

De acordo com ela, o funcionário da agência contou que a ordem havia partido da administração regional do banco. “Eu entrei e paguei. Só havia uma caixa atendendo, não havia mais o caixa preferencial. No fim, ela também reforçou que, a partir do dia seguinte, não receberia mais contas de não correntistas.”

A história de Cibele foi vivenciada diversas vezes por Regina Rocha. Pagando conta em uma casa lotérica, ela fala que não se dirige mais a agências bancárias quando pretende pagar algum boleto. “Já passei por isso várias vezes, a última, duas semanas atrás.” Segundo ela, a atitude dos funcionários é sempre a mesma. “Dizem que não aceitam contas de outros bancos, a não ser que seja correntista, e falam para eu ir a uma casa lotérica.”

Procon

O representante do Procon de Sorocaba, José Antonio de Oliveira Júnior, explica que “os bancos são obrigados a receber o pagamento tanto de boletos emitidos por eles mesmos quanto daqueles que podem ser pagos em toda a rede bancária até a data do vencimento.” Ele observa, no entanto, que títulos como contas de água e de energia, os bancos são obrigados a receber apenas se mantiverem convênio com estas instituições. “Ele só pode se recusar quando não tem convênio nenhum.” O banco pode se recusar a receber boleto, ainda, quando está especificado que ele deverá ser pago exclusivamente em determinada agência.

De acordo com Júnior, as agências promovem um “empurra-empurra” do consumidor que não é correntista. “Nós autuamos uma agência bancária no final do ano passado por isso. O Procon multou o banco”, afirma.

O Procon destaca que essa recusa no atendimento fere o artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor, que descreve ser “considerada prática abusiva a recusa da venda de bens ou a prestação de serviços, diretamente a quem se disponha a adquiri-los mediante pronto pagamento.”

Oliveira Júnior afirma que a multa para bancos que cometem esse tipo de infração varia de R$ 300 a R$ 3 milhões. “Depende da gravidade da infração, do porte da empresa.” Ele diz, no entanto, que é preciso atentar para as ações que são da agência ou da instituição bancária.

O maior problema relacionado ao desrespeito das agências bancárias ao consumidor, ele alerta, é a falta de denúncias. “Custa muito denunciar, mas o custo não é dinheiro, é de tempo.” O representante do Procon explica que o consumidor se cansa por ser direcionado de um lugar a outro e, por isso, desiste de procurar seus direitos.

Redução de funcionários

O presidente do Sindicato dos Bancários de Sorocaba e Região, Júlio Cesar Machado, acredita que os bancos estão se utilizando deste expediente com o intuito de diminuir a presença de clientes nas agências. Ele diz que, com a medida, as agências diminuem o número de funcionários, reduzindo custos. “Um banco, no final do ano passado, desligou em torno de 30 funcionários, por isso, querem menos clientes nas agências.” Machado conta, ainda, que alguns bancos dão incentivos a funcionários que consigam convencer clientes a colocar suas contas em débito automático.

OCULTAR COMENTÁRIOS

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.