Acre: Ruas do Povo ficam pela metade em Brasiléia e revolta moradores

(Reportagem: Alexandre Lima)

Revoltados, moradores de Travessa Carmino Braga, localizada no Bairro Três Botequins na cidade de Brasiléia, estão denunciando o programa Ruas do Povo, do Governo do Acre, por não estarem concluindo seus trabalhos deixando pela metade.

O caso já está denunciado junto ao Ministério Público, segundo uma das moradoras que está no endereço a 16 anos, mas segundo o Depasa, não existe e não estaria beneficiada com Programa e receberia apenas metade do asfaltamento.

A Travessa em questão, era pra terminar ao lado de um posto de atendimento a pessoas com hepatite. Alguns moradores tem que usar os quintais particulares para poder sair de casa e parte da rua, foi beneficiada por iniciativa dos próprios munícipes que contrataram caçambas com barro para que pudessem ter acesso à suas residências.

O local em época de inverno, se torna um criadouro para mosquitos e animais como jacarés. Já foi registrado casos onde foi encontrado alguns debaixo das camas de crianças. Com a esperança de que a Travessa seja concluída, receberam a notícia (segundo eles, de forma grosseira) do Depasa, que o Estado não teria dinheiro para concluir a obra.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.