4G, aqui?

4 Gozadoras – A notícia de as operadoras Oi, TIM, VIVO e Claro vão disponibilizar serviços de internet com tecnologia 4G, no Brasil, só pode ser gozação.

Em Manaus, por exemplo, temos um serviço de péssima qualidade, que não pode nem sentir a presença de uma nuvem de chuva que cai e ainda por cima é o mais caro do país disparado. O resultado disso vai ser aumento no preço dos aparelhos e das contas mas o retorno, como sempre, zero. É brincadeira.

Cara de pau – O problema do desperdício de pescado, pela falta de um terminal pesqueiro funcionando em Manaus existe. O que não existe é a cara de pau do ex-deputado Walzenir Falcão, com direitos políticos cassados pelo TRE, investigado em inquérito da polícia federal pelo desvio de R$ 3 milhões, de convênio para a construção do frigorífico da Betânia (onde não há um frigobar), querer agora aproveitar a mídia para bancar o salvador dos pescadores. Abram os olhos, o cara tem história.

Sem sinal – Moradores da área do conjunto Dom Pedro estão denunciando que há vários dias vêm tendo problemas com o sinal da operadora NET. Uma moradora conta que ficou a manhã inteira sem o serviço e vem sofrendo prejuízos pela falta de acesso. Hoje até a TV por assinatura ficou fora do ar. O que não falha todos os meses são as contas, que chegam bem antes do vencimento. Um abuso que precisa ser fiscalizado pelas agências responsáveis.

Descabido – Tá certo que televisão é sinônimo de inovação, mas uma reportagem, exibida num jornal local, ficou prá lá de fora do sentido. Com quase cinco minutos a matéria mostrou o paraíso que é Abu Dhabi, do outro lado do mundo, porém esqueceu de mostrar o lado pobre, onde vivem os trabalhadores em situação de miséria total. Que tal mostrarmos as belezas da Amazônia? Caberia mais.

Vereador da “UNESCO” – O vereador de Manaus, Arlindo Júnior(PPL), prestou uma homenagem aos bois bumbás Caprichoso e Garantido, hoje na Câmara Municipal, pelos 100 anos dos dois. Até aí, tudo bem. Mas o cara “pirou na batatinha” e disse que vai apresentar uma proposta para transformar as agremiações folclóricas em “Patrimônio da Humanidade”. É muita ignorância e falta de assessoria. Êta nível de nossos políticos.

Sérgio Costa
Da Redação 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.