Visite a Feira da Eduardo Ribeiro, tem todo domingo

(Amazonianarede – Osny Araújo)

Acontece todos os domingos já há alguns anos bem no coração do centro histórico de Manaus, Avenida Eduardo Ribeiro, a Feira de Artesanato e Culinária. E é muito prazeroso.

Marque um passeio matinal com a família e conheça as novidades do artesanato, participe de um diversificado café da manhã regional e comidas típicas, aprecie apresentações artísticas ou simplesmente reencontre amigos.

O programa, feito pela reportagem do Portal Amamazonianarede é prazeroso e imperdível. A feira começa a funcionar pontualmente todos os domingos, a partir das 8 horas.

No passeio da reportagem pela feira, encontramos com muitos turistas, maravilhados com os sabores da Amazônia e com o artesanato e muitos manauaras que já se acostumaram a essa programação matinal aos domingos para saborear o café regional servido em várias barracas espalhadas ao longo da avenida, que fica sem trafego durante o funcionamento.

A professora Jandira de Sá, 57, moradora do bairro de S. Raimundo, costumeiramente faz esse passeio com dois netos e diz que se sente feliz no local, especialmente pela diversão que proporciona aos netos. “Os meus netos gostam muito e gostam muito de assistir aos jogos da capoeira e da estátua viva que de vez em quando aparece por aqui” – afirma orgulhosa a professora e avó coruja, um comerciante.

Seu Gilberto Azevedo da Silva, um pequeno comerciante do Japiim, é outro que com a família sempre dá um passeio na que ele chama Feira da Eduardo Ribeiro. “É um programa familiar e muito gostoso. Aqui agente compra as coisas, toma um belo café da manhã regional, assistimos apresentações artísticas e os preços agradam” – garante.

O paraense sem bairrismo que visita Manaus pela quinta vez, pois tem um filho residindo em Manaus, o microempresário Antonio Souza Magalhães, garante que todas as vezes que vezes que vem a Manaus reserva uma manhã de domingo para dar um passeio pela Feira da Eduardo Ribeiro.

O turista, apesar de não demonstrar bairrismo, brinca com o repórter. “é uma beleza”. “Tem muita coisa bonita e alimentos amazônicos saborosos” e resolveu tirar um sarro e brincou com o repórter:” É tão boa a feira, que tem até açaí do Pará” – risos.

O pano de fundo da Feira é espetacular. Por lá estão Teatro Amazonas, um dos principais cartões postais da cidade, o porto flutuante de Manaus, construído pelos ingleses, antigo Palácio da Justiça, que hoje funciona como teatro e centro cultural, o Largo de São, relógio municipal e ainda de quebra ali próximo se encontra também, o tradicional Bardo do Armando, reduto de intelectuais, jornalistas e boêmios, sempre em busca de um bom papo, de uma cerveja bem gelada de um “sanduba” de pernil.

O repórter aproveitou o cumprimento da pauta para saborear um café da manhã, com tapioca, cará, banana frita melancia, mamão, farofa de jabá, sucos de frutas regionais, como graviola, taperebá, cupuaçu, buriti, maracujá e outros, tucumã, queijo manteiga, macaxeira, munguzá e tantas coisas mais. Vale apena agendar.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.