Ufam decide comando da instituição nesta quinta-feira (4)

Manaus – A comunidade acadêmica da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) decide, nesta quinta-feira (4), o nome do novo reitor e do vice-reitor da mais antiga instituição de ensino superior do país.

Professores, técnico-administrativos e estudantes voltam às urnas com a missão de definir o comando da administração, disputado, neste segundo turno da consulta, pela reitora licenciada, Márcia Perales, e o diretor licenciado da Faculdade de Estudos Sociais, Sylvio Puga. O resultado deverá ser conhecido nesta sexta.

O pleito vai proceder da mesma forma que o primeiro turno, contendo igual número de votantes, de urnas e nos horários estabelecidos na primeira etapa do processo. Estão habilitados a votar em torno de 35 mil pessoas, em Manaus e nas cinco unidades acadêmicas da Ufam no interior, sendo 30.540 estudantes, 2.260 técnico-administrativos e 2.151 docentes, conforme dados levantados pela Comissão Central de Consulta (CCC).

A respeito das dificuldades encontradas por alguns servidores e estudantes regularmente matriculados, cujos nomes não constavam na lista de votação no primeiro turno, o reitor em exercício, professor Luiz Frederico Arruda, esclarece que as listagens utilizadas pelas mesas receptoras de votos foram emitidas pelos órgãos competentes da Ufam.

“Portanto, não cabe atribuir as ocorrências detectadas no 1º turno, tais como, as eventuais ausências de nomes de professores, técnico-administrativos e alunos, como também a presença de nomes em listas diferentes das suas unidades de origem, à Comissão Central de Consulta, a qual deliberou não retirar, incluir ou transferir quaisquer nomes das listas para votação no 2º turno”, diz trecho da nota divulgada pela Reitoria nesta quarta-feira (3).

Pleito – A urna disponível no Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) é a primeira a ser aberta à votação, às 7h, acompanhando o início de turno de expediente naquela unidade de saúde de alta complexidade. No local, o pleito segue até às 21h. Nas outras 20 urnas, distribuídas pela capital e nos municípios de Benjamin Constant, Coari, Humaitá, Itacoatiara e Parintins, a votação começará às 9h. A diferença, entre elas, está no encerramento do pleito.

Assim como no HUGV, a votação segue até às 21h onde há curso noturno: nas Faculdades de Ciências Agrárias (FCA), de Educação Física e Fisioterapia (FEFF), de Educação (Faced), de Estudos Sociais (FES), de Direito (FD) e de Tecnologia (FT), bem como nos Institutos de Ciências Humanas e Letras (ICHL) e de Ciências Biológicas (ICB), e nas unidades acadêmicas da Ufam em Itacoatiara e Parintins.

Já em Benjamin Constant, Coari e Humaitá, as urnas serão fechadas às 17h. A votação também encerra, nesse horário, nas Faculdades de Farmácia, de Medicina, de Odontologia e na Escola de Enfermagem de Manaus (EEM), e ainda no prédio da Reitoria, na Prefeitura do Campus Universitário e no Auditório Dr. Zerbini (Rua Afonso Pena, 1053, Centro), essa última disponível para todos os aposentados da instituição.

“A nossa expectativa é que toda a comunidade universitária possa, com tranquilidade, expressar o seu direito de escolha, elegendo um candidato que realmente atenda aos anseios dos três segmentos”, afirmou a presidente da CCC, Ana Cristina Belarmino.

Identificação – Para votar, os integrantes dos três segmentos da comunidade acadêmica devem apresentar documento de identificação com foto (carteira de identidade, carteira nacional de habilitação, carteira de trabalho ou passaporte). No caso dos servidores poderão ser apresentadas no ato da votação a carteira funcional ou ainda a carteira de registro profissional de classe. No caso dos acadêmicos, a CCC alerta que não será aceita para comprovação de identidade a carteira estudantil.

Texto e Foto: Divulgação ADUA

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.