Trio assassino: Pai, madrasta e tio, mataram a menina Grazielly

Por segurança e para evitar um linchamento, os suspeitos foram transferidos para Manaus, onde estão presos
Por segurança e para evitar um linchamento, os suspeitos foram transferidos para Manaus, onde estão presos
Por segurança e para evitar um linchamento, os suspeitos foram transferidos para Manaus, onde estão presos

Autazes – Momentos após a prisão da madrasta, o pai e o tio da menina Grazielly dos Santos Costa, que foi encontrada morta depois de sumir quando ia para escola, foram presos no município de Autazes. As prisões ocorreram na tarde de quarta-feira (24).

O laudo do Instituto Médico Legal (IML) aponta que a menina de 9 anos morreu asfixiada.

Como o crime da menina revoltou a  população da cidade de Autazes, os suspeitos, por medida de segurança, uma vez que estavam sendo ameados de linchamento foram transferidos para Manaus, onde estão preso.

Segundo informações da Polícia Civil, o tio e pai de Grazielly  foram detidos em suas residências e foram realizadas em cumprimento a mandado de prisão temporário.

a mãe de Grazielly afirma que ela tinha medo da madrasta
a mãe de Grazielly afirma que ela tinha medo da madrasta

De acordo com o delegado titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), Ivo Martins, os suspeitos foram ouvidos na 39ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) e devem ser encaminhados para a capital.

Segundo a Polícia Civil, há duas linhas de investigações para o caso. A principal suspeita é de que o crime tenha sido motivado por vingança. “Não posso revelar detalhes porque podemos prejudicar as investigações, mas temos a convicção de que foi vingança”, disse o delegado Eleandro Granja.

Amazonianarede-Assessoria

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.