Tráfego noturno perigoso pela Manoel Urbano

(Amazonianarede – Redação)

A reportagem do Portal Amazonianarede percorreu alguns quilômetros da rodovia Manoel Urbano, AM-070, que interliga os municípios da Região Metropolitana de Manaus, Iranduba, Novo Airão e Manacapuru e pode ver de perto as obras que estão sendo feitas para a duplicação da rodovia, que certamente oferecerá uma maior fluidez no transito, quando concluída.

O problema no momento, é a insegurança, ou melhor os perigos que os condutores de veículos correm ao trafegarem a noite pela rodovia em função das obras e dos próprios condutores, que trafegam com luz alta e isso atrapalha muito a visibilidade e o risco de um acidente de se torna evidente.

A sinalização, embora precária até que existe alertando os motoristas para as obras que ocorrem na rodovia e pedindo mais atenção na condução dos veículos, mas trafegar a noite, durante as obras pela Manoel Urbano é arriscado e perigoso em função da teimosia dos condutores em trafegar com luz alta o tempo todo.

Aproveitar o verão

Com mais de 150 operários em quatro frentes de obras, os primeiros quinze quilômetros de trecho da intervenção já foram liberados para operação pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A obra de duplicação da rodovia estadual Manoel Urbano (AM-070), avança.

Segundo a secretária estadual de Infraestrutura, Waldívia Alencar, a determinação é aproveitar o período de verão para adiantar ao máximo o cronograma da obra prevista para ser concluída em dezembro de 2014.

O primeiro trecho já em obras vai da saída da ponte Rio Negro até a entrada do município de Iranduba, onde estão sendo realizados os serviços de topografia, drenagem, lançamento de tubos e a terraplenagem para nivelamento da pista antes da pavimentação.

Com a inauguração da ponte Rio Negro, a AM-070 tornou-se estratégica para o escoamento da produção de Iranduba, Manacapuru e Novo Airão. “A proposta é estimular a economia, facilitando o escoamento da produção, e impulsionar o turismo, que aumentou bastante nessa área com a inauguração da ponte”.

A estrada Manoel Urbano terá 78 quilômetros duplicados, o que vai do trecho da cabeceira da ponte Rio Negro, em Iranduba, até Manacapuru.

A obra contempla a construção de duas pistas com 7,10 m de largura, acostamento e drenagem de 2,30 m para cada lado, em uma largura total de 18,80 m, além da iluminação de toda a extensão da rodovia, a restauração com pintura, jateamento e a duplicação das pontes sobre o rio Miriti e o rio Ariaú.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.