Simulado de prevenção a desastres capacita mais de 350 pessoas no Amazonas

(Foto: Internet)

Com o objetivo de orientar a população para reagir da maneira correta em momentos de desastres naturais, como enxurradas, deslizamentos de terra, alagamentos e fortes chuvas, o Governo do Amazonas, por meio do Subcomando de Ações de Defesa Civil no Amazonas (Subcomadec), realizará uma oficina e um simulado técnico de preparação de desastres.

A Oficina de Preparação para Desastres acontecerá de 27 a 30 de agosto, sempre a partir das 9h, no Centro de Convivência do Idoso (rua Wilkens de Matos, s/nº, Aparecida, zona sul). O Simulado Técnico de Preparação para Desastres será realizado no dia 31 de agosto, no bairro Terra Preta, em Manacapuru, também a partir das 9h. As duas atividades contam com apoio do Ministério da Integração Nacional e da Defesa Civil Municipal de Manacapuru.

O titular da Sucomadec e presidente Nacional do Conselho de Gestores de Proteção e Defesa Civil, coronel Roberto Rocha, destacou que os treinamentos visam preparar moradores de áreas de risco para agir em situações de emergência, como inundações e desbarrancamentos. Ele explicou que as capacitações fazem parte do conjunto de ações preventivas realizadas pelo Ministério da Integração Nacional com o objetivo de zerar o número de óbitos e desastres em todo o país e minimizar possíveis impactos econômicos e sociais em decorrência de desastres naturais. Até o final do ano, os estados do norte, sul e sudeste também serão contemplados com a ação.

“O maior objetivo deste evento é preparar as comunidades para os enfrentamentos ao desastre, tornando-as mais capacitadas a administrar o evento adverso em seu início, bem como setorizar as áreas mais vulneráveis”, comentou Roberto Rocha.

Cultura da prevenção – O secretário nacional de Defesa Civil, Humberto Viana, explica que a cultura da prevenção no Brasil ainda precisa ser reforçada. Para ele, os simulados são ferramentas que auxiliam os moradores a compreender a importância de se preparar previamente para agir nessas situações emergenciais.

“Temos feito um esforço grande no sentido de estimular que as pessoas participem dos simulados. Não temos essa cultura ainda e esse é o momento para convidarmos todos os moradores das regiões centro-oeste e norte a participar do treinamento”, esclarece.

Benefício para comunidades – Os primeiros simulados de preparação de desastres naturais foram realizados em 2011, nas regiões sul, sudeste e nordeste. Desde então, os modelos de treinamento foram se aperfeiçoando e já ajudaram centenas de comunidades localizadas em áreas de risco a enfrentar desastres naturais.

Ao longo desses dois anos, mais de 5.100 pessoas foram treinadas pela Defesa Civil Nacional, incluindo moradores, técnicos e gestores estaduais e municipais que trabalham com Defesa Civil.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.