Seind realiza oficina sobre coleta de castanha a indígenas de Coari

Um grupo de 30 indígenas participa a partir desta quinta-feira, dia 13 de junho, em Coari (a 370 quilômetros de Manaus), da Oficina de Boas Práticas de Coleta, Secagem e Armazenamento da Castanha do Brasil.

As aulas teóricas e práticas serão ministradas durante três dias por um técnico da Secretaria de Estado para os Povos Indígenas (Seind), que realiza a atividade em parceria com o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário, Florestal e Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) e a prefeitura daquele município. O objetivo é capacitar os produtores indígenas nas boas práticas da castanha, a fim de atender à demanda do mercado nacional.

Esta é a primeira vez que os indígenas de Coari recebem uma oficina relacionada à castanha. A ação é da câmara técnica “Qualidade de Vida dos Povos e Comunidades Indígenas do Amazonas: Reafirmando Direitos e na Perspectiva das Territorialidades Indígenas”, a terceira das quatro câmaras que compõem o Comitê Gestor de Atuação Integrada entre o Governo do Amazonas e a Fundação Nacional do Índio (Funai).

Durante as aulas, os indígenas terão oportunidade de conhecer o Programa Estadual do Manejo da Castanha (executado pelo Idam/Sepror) e assuntos como Contaminação por Fungos, Procedimentos de Coleta, Secagem e Armazenamento; Infra-estrutura Necessária; Procedimento de Informações de Estoques, entre outros.

(Agecom) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.