Rebecca Garcia e presidente da Suhab fazem visita técnica aos conjuntos Viver Melhor 2 e 3

A titular da Secretaria de Estado de Governo (Segov), Rebecca Garcia, e o presidente da Superintendência de Habitação do Amazonas (Suhab), Sidney de Paula, fizeram nesta terça-feira, 30 de julho, uma visita técnica aos conjuntos habitacionais Viver Melhor 2 e 3, que terão 1,2 mil apartamentos e estão em fase de finalização para serem entregues pelo Governo do Amazonas.

Ao todo, as obras tiveram um orçamento de aproximadamente R$ 58 milhões, com recursos federais e estaduais.
“A visita técnica atende a uma solicitação feita pelo governador Omar Aziz, que já é considerado o governador que mais entregou casas populares no Estado. Isso demonstra sua preocupação e atenção especial com a dignidade e com a melhoria da qualidade de vida das pessoas principalmente, a população de baixa renda”, comentou Rebecca Garcia.

A secretária de Governo e o presidente da Suhab fizeram uma vistoria nos principais blocos, acompanhados dos engenheiros da obra. Segundo a secretária, até o final de agosto será feita a entrega dos 512 apartamentos e 16 blocos do Viver Melhor 2, localizado no bairro Cidade Nova, zona norte. Já o Viver Melhor 3 está em fase de finalização e a previsão para a inauguração é setembro ou outubro.

Sidney de Paula informou que os apartamentos foram construídos em alvenaria estrutural e emprega tecnologias que reduzem o custo final da construção e o tempo da obra. É composto de sala, dois quartos, um banheiro, cozinha e área de serviço. Segundo ele, o apartamento possui em média 38m² de área útil.

“As famílias beneficiadas serão selecionadas por meio do banco de dados da Suhab. As primeiras reuniões já começaram a ser realizadas com famílias que apresentam o perfil estabelecido pelo Ministério das Cidades. Em geral, são famílias chefiadas por mulheres, famílias residentes em áreas de risco e pessoas que atendem os critérios em âmbito estadual. Além disso, tem famílias com filhos e residência fixa em Manaus há, no mínimo, três anos; famílias que residem na condição de cedidos ou alugados. Também serão selecionadas famílias que vivem em assentamentos, funcionários públicos e com renda de um a três salários mínimos”, disse o presidente da Suhab.

(Agecom)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.