Punido pela Conmebol, Corinthians terá que jogar a Libertadores sem presença da Fiel

Amazonianarede – Agências

Oruro, BOL – Depois da tragédia em Oruro, na Bolívia, na última noite, onde torcedores do Corinthians foram presos suspeitos de estarem envolvidos na morte do jovem Kevin Espada, de apenas 14 anos, a Conmebol resolveu agir. A entidade que rege o futebol sul-americano decretou que a equipe do Parque São Jorge jogará o resto da Copa Libertadores de portões fechados nas partidas em que for mandante até que o caso seja julgado pelo tribunal.

O clube paulista tem até 3 dias para entrar com recurso contra essa medida. Além de não poder ter torcida nos jogos em que for mandante, o Corinthians não terá sua massa nos compromissos fora de casa também.

“As partidas do Corinthians como mandante serão disputadas de portões fechados. Nos jogos que o clube disputará como visitante, seus torcedores não terão acesso a ingressos”, declarou o porta-voz da Conmebol, Nestor Benítez. O presidente do Corinthians, Mário Gobbi, ficou sabendo da punição apenas quando foi contactado pela reportagem dos canais ESPN, mas decidiu não se pronunciar sobre o caso ainda.

A medida da Conmebol vem cerca de 24 horas depois da morte do adolescente. Durante o primeiro tempo do que seria o empate de 1 a 1 entre Corinthians e San Jose, um sinalizador atirado onde estava a torcida visitante atingiu o olho de um fanático boliviano, que acabou morrendo.

A polícia local levou 12 membros da torcida do Corinthians para a cadeia e eles estão na Bolívia ainda, onde estão sendo indiciados pelo crime de homicídio.

Veja abaixo o comunicado do site oficial da Libertadores:

A Unidade Disciplinar do Tribunal de Disciplina da Conmebol iniciou um expediente ao SC Corinthians do Brasil pelos incidentes ocorridos nesta quarta-feira, 20 de fevereiro, na partida contra o San José da Bolívia pela Copa Bridgestone Libertadores 2013. Ao mesmo tempo, adotou duas medidas de forma provisória (até que se tome uma decisão sobre o caso, e por um prazo máximo de 60 dias):

1. Que todas as partidas do Corinthians como mandante na Copa Bridgestone Libertadores sejam feitas de portões fechados.

2. Os clubes que enfrentarem o Corinthians no torneio sejam proibidos de vender ingressos ao Corinthians e seus torcedores.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.