Projeto de Robótica vai beneficiar mais de 3 mil alunos da rede municipal

(Texto: Emerson Felipe – Foto: Rodemarques Abreu)

Manaus – A Secretaria Municipal de Educação (Semed) implantará um projeto de Robótica que beneficiará 3.360 alunos do 9° ano do Ensino Fundamental da rede pública.

A apresentação do trabalho foi feita por professores da Fundação Nokia, na tarde desta quinta-feira (13), na Escola Municipal Madre Tereza de Calcutá, localizada no Nova Floresta, zona Leste de Manaus. É nesta escola que funcionará o projeto-piloto para 199 estudantes.

O projeto terá a duração de 12 meses e contemplará 84 turmas – sete por mês. As aulas serão realizadas no contraturno e terão carga de 32 horas semanais. Destas, serão 8 horas de fundamentação teórica e mais 24 horas de atividades práticas. No conteúdo programático do curso estão temas como Introdução à Robótica, Sensores, Fundamentos de Lógica, entre outros.

Durante a apresentação do projeto, o secretário municipal de Educação, Humberto Michiles, explicou que além de melhorar a qualidade da educação dos alunos participantes, o projeto oferecerá a eles a oportunidade de se destacarem neste nicho tecnológico. “Apostamos nesta tese. Acreditamos que na medida em que despertamos a curiosidade destes estudantes, tornamos as aulas mais atraentes, proporcionamos um ambiente escolar mais prazeroso e, sobretudo, tornamos os alunos mais empenhados, interessados e comprometidos com seus estudos”.

Michiles ressaltou a importância de envolver os alunos na tecnologia, já que ela está cada vez mais presente no dia a dia. “Precisamos desafiá-los e motivá-los para que percebam que são capazes de conquistar tudo o que quiserem. O fato de estudarem em escola pública não os torna piores que aqueles que estudam em unidades particulares”.

A gestora da Escola Madre de Teresa de Calcutá, Renata Cristina, explicou sobre a influência das aulas de Robótica no ensino dos alunos. “O curso será uma ferramenta pedagógica, já que vai estimular o raciocínio lógico e um melhor entendimento das ciências exatas”.

Vitória Cristina é aluna de uma das escolas contempladas. Ela espera que o projeto a estimule a estudar outras áreas de conhecimento. “Estou ansiosa para começar a estudar e expandir meus conhecimentos (sobre Robótica) e, além disso, espero que a partir do projeto, eu me interesse mais por outras disciplinas”.

O projeto está em fase preliminar, mas, segundo o secretário Humberto Michiles, a intenção é estendê-lo, futuramente, a todas as escolas da Semed.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.