Projeto da avenida das Flores reforça medidas de monitoramento ambiental

O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) fiscalizou, nesta quinta-feira (1), os canteiros da obra da avenida das Flores na AM-010 e no bairro do Nova Cidade, zona norte de Manaus, para verificar as ações de monitoramento ambiental ao longo da área de intervenção do empreendimento.

Segundo a gerente de Fauna do Ipaam, Sônia Canto, o objetivo é fortalecer as ações direcionadas à redução de desgaste e prevenção de acidentes com animais.

As medidas de monitoramento ajudam a mitigar impactos ambientais e proteger espécies animais que habitam fragmentos florestais no curso da obra. O resultado da visita foi discutido em reunião na tarde desta quinta-feira, com técnicos da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra), que a partir da próxima semana vai coordenar, com o acompanhamento da Gerência de Fauna do Ipaam, o resgate dos animais das áreas de intervenção da obra. Para isso, a Seinfra vai formalizar junto ao Ipaam a autorização para o manejo de fauna.

O local para onde serão encaminhados os animais resgatados ainda está sendo definido. Entre as áreas em estudo está o Parque Samaúma e a área florestal da Universidade Federal do Amazonas. Para auxiliar o trabalho de resgate, a Seinfra vai realizar uma ação educativa junto aos moradores da redondeza para que acionem a equipe de resgate quando localizados animais silvestres, por meio do telefone da Gerência de Fauna do Ipaam, no número 2123-6774.

Independentemente da ação emergencial, o monitoramento pela gerência de Fauna do Ipaam continua, para garantir o cumprimento do recomendado no Estudo Ambiental Simplificado (EAS) da obra. A Seinfra também mantém o acompanhamento da produção de relatório de monitoramento ambiental e de fauna, a ser apresentado pela construtora responsável pela obra. O documento deverá detalhar o conjunto de ações que estão sendo adotas para mitigar os impactos ambientais.

“Temos um foco na situação do Sauim (Sauim-de-Manaus), espécie criticamente ameaçada de extinção. Isso vai fazer com que a gente consiga acompanhar mais de perto a questão da fauna e tomar as medidas necessárias”, disse Sônia Canto.

Nos trechos da avenida das Flores já em obras, o que envolve o traçado que vai até a AM-010, passando pelo Nova Cidade, a Seinfra criou um Programa de Monitoramento e Resgate da Fauna a partir de um Estudo Ambiental Simplificado (EAS). O programa contempla todos os animais, inclusive os macacos da espécie Sauim, e seu modelo de execução está em fase final de formatação para ir à licitação.

Entre as medidas de compensação ambiental pela obra, está a revitalização do Parque Estadual Samaúma. Por meio da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SDS), a Seinfra vai repassar um total de R$ 5 milhões para a restauração. O local terá suas áreas preservadas, mas será margeado pelo traçado da nova avenida. As ações foram estabelecidas após audiências públicas envolvendo a comunidade do entorno da avenida, a sociedade civil organizada e o Ministério Público Federal (MPF).

Centro de Triagem – O presidente do Ipaam, Antônio Stroski, anunciou ainda reforço no monitoramento ambiental nas obras de infraestrutura na capital. Uma Câmara Técnica de Fauna está em fase de instalação para acompanhar o assunto. Em outra frente de fortalecimento da área, a SDS costura um convênio para repasse de recursos ao Fundo Municipal de Meio Ambiente direcionados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres de Manaus, que acolhe os animais resgatados.

O convênio foi acordado entre a secretária estadual de Meio Ambiente,Kamila Amaral, e a secretária municipal de Meio Ambiente, Kátia Schweckardt, na última quarta-feira (30). O valor dos repasses ainda não foi definido.

(Fonte: Agecom)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.