Prêmio do Festival de Teatro da Amazônia será batizado com o nome do ator Sérgio Lima

Festival de Teatro
Festival de Teatro
Manaus – A partir de 2013, a principal premiação do Festival de Teatro da Amazônia (FTA), o Prêmio Circulação, receberá o nome do ator Sérgio Lima, falecido no início deste ano. O anúncio foi feito pelo secretário estadual de Cultura, Robério Braga, nesta quarta-feira, dia 17 de outubro, durante a cerimônia de premiação dos espetáculos da nona edição do evento, que é realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (SEC), em parceria com a Federação de Teatro da Amazonas (Fetam).

A solenidade foi aberta com um vídeo dedicado ao homenageado no festival, o ator Sérgio Lima. “É uma homenagem justa a esse profissional que fez parte da história do teatro local”, ressaltou Braga, destacando que o FTA foi o primeiro a firmar a parceria entre a SEC e a entidade representativa de classe, neste caso, a Fetam. “Foi uma experiência que deu certo e que nós estendemos para outros festivais como o de Rock e o de Música. Essa é a política do governador Omar Aziz: realizar os festivais em conjunto com os artistas”, disse.

Os vencedores do Prêmio Circulação, concedido aos melhores espetáculos, foram para “O cavaleiro da armadura de sol”, da Associação ArtBrasil; “Aykunã e a árvore da sabedoria”, da Cia Arte em Movimento Zona Cultural, “Chapeuzinho Amarelo”, da Cia de Teatro Metamorfos e “Se Essa Rua Fosse Minha”, do Grupo Baião de Dois.

Todas as montagens participarão de um tour que passará por uma capital brasileira e dois municípios do Amazonas. Os locais ainda não foram definidos.

Os Prêmios Especiais foram divididos em Prêmio para concepção visual; Prêmio para sonoplastia e performance visual; Prêmio para pesquisa Cênica; Prêmio para concepção cênica; e Prêmio para Atores. “Além das apresentações, o 9º FTA contou com ações formativas como seminários, debates, oficinas e workshop e programações alternativas com objetivo de valorizar a formação profissional”, destacou o coordenador do evento, Dyego Monnzaho.

No total, 18 espetáculos, sendo nove infantojuvenis e nove adultos, concorreram nesta edição do evento, que teve a duração de 10 dias.

Jurados – Para esta edição, o núcleo de jurados foi formado pelo dramaturgo, encenador diretor e fundador da Companhia do Latão (SP) Sérgio Carvalho; pela escritora e dramaturga carioca Fátima Valença; e pelo diretor, roteirista e videomaker Fabiano de Freitas, do Rio de Janeiro. “Todos são importantes nomes do teatro nacional, com destaque e reconhecimento pela crítica especializada do teatro brasileiro”, ressaltou Dyego Monnzaho.

Premiados do Festival de Teatro da Amazônia
Prêmio Circulação:
1 – O cavaleiro da armadura de sol – Associação ArtBrasil
2 – Aykunã e a árvore da sabedoria – Cia Arte em Movimento Zona Cultural
3 – Chapeuzinho Amarelo – Cia de Teatro Metamorfose
4 – Se Essa Rua Fosse Minha – Grupo Baião de Dois
Prêmio Pesquisa de Linguagem
O cavaleiro da armadura de sol (para a Associação ArtBrasil)
Premio para produção de trabalho coletivo
Aykunã e a arvore da sabedoria (Cia Arte em Movimento zona cultural)
Prêmio para concepção visual
Chapeuzinho Amarelo – (Cia de Teatro Metamorfose)
Prêmio para sonoplastia e performance visual
Aykunã e a arvore da sabedoria
Prêmio para pesquisa Cênica
O Casamento (Cia amattores)
Prêmio para concepção cênica
A Casa de Bernarda Alba (Grupo AACA – Arte e Fato).
Prêmio para atores:
– Arnaldo Barreto (Mitos e Lendas Caboclas)
– Caio Setúbal (Cabaret Paródia do Amor Romântico e Álbum de Família)
– Dimas Mendonça (Rodrigueanas Amazonicas)
– Ednelza Sadho ( A Casa de Bernarda Alba )
– Jória Lima (Álbum de família)
– Karol Medeiros (Aykunã e a Árvore da Sabedoria)
– Paulo Queiroz (O Homem, A Pedra e O Rio)
– Richard Harts (O Cavaleiro da Armadura de Sol)
– Selma Bustamante (Se Essa Rua Fosse Minha)

(Por:Agecom)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.