Prefeito visita Adolpho Lisboa acompanhado de desembargadores e conselheiros

(Reportagem: Ulysses Marcondes – Fotos: Tácio Melo/Arlesson Sicssu)

Faltando pouco menos de trinta dias para que o Mercado Municipal Adolpho Lisboa seja novamente entregue à população, o prefeito Arthur Virgílio Neto visitou na manhã desta sexta-feira, 27, a fase final das obras.

Desta vez, acompanhado de represenantes do Tribunal de Justiça (TJ-AM), do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e do Tribunal de Contas do Estado (TCE), além de vereadores e de seu secretariado.

A visita foi guiada por personagens caracterizados que remeteram os visitantes a uma verdadeira viagem no tempo. Os trajes vestidos pelos guias eram réplicas fiéis das roupas utilizadas no final do século XIX.

A obra está com 95% dos trabalhos concluídos e recebe os últimos retoques para ser entregue à população no dia 24 de outubro, data em que se comemora o 344º aniversário da cidade de Manaus.

O prefeito destacou o zelo em todo o processo de restauro e enfatizou que além do resgate histórico a obra também traz a modernidade e a preocupação com o meio ambiente, se referindo a Estação de Tratamento de Esgoto – ETE.

“Até o dia 20 de outubro teremos pronta a estação de tratamento de esgoto, que vai purificar as águas servidas do mercado em 95% para retornarem ao rio Negro. Neste trecho aqui da orla o rio não tem esse índice de pureza”, ressaltou o prefeito.

Ao cumprimentar os trabalhadores o prefeito foi indagado se após o término da obra haveria mais trabalho para eles. Prontamente respondeu que a prefeitura está prestes a começar várias obras que fazem parte do PAC das Cidades Históricas, com investimento de R$ 35 milhões, financiados pelo Governo Federal.

“Estamos prestes a começar as obras de revitalização da Praça da Matriz, depois ainda vamos trabalhar nas Praças Adalberto Valle e Terreiro Aranha, a Biblioteca Municipal e o Museu do Homem do Norte. E acabei de dizer que não vejo mão de obra melhor que eles, que já trabalharam aqui no mercado”, disse o prefeito.

Visitantes

O desembargador presidente do TRE, Flávio Pascarelli, qualificou a entrega do mercado como um dos principais pontos da administração do prefeito Arthur Neto, uma vez que pegou a obra com 45% dos trabalhos concluídos por duas gestões anteriores.

“Eu vejo aqui a restauração da história do Amazonas. Toda a cidade que se preza, as pessoas que chegam de fora logo procuram seu mercado. Esse vai ser o principal cartão de visita de Manaus, depois do teatro Amazonas”, disse o presidente.
O conselheiro do TCE, Josué Filho, destacou que o mercado está revitalizado e deve voltar a ser o grande centro de compras da capital novamente.

“Toda a população deve voltar ao mercado e largar os supermercados para encontrar aqui o que é mais fresco, mais barato e regional aqui no mercadão”, finalizou Josué.

Inauguração

A prefeitura prepara uma cerimônia de reinauguração do espaço, que após sete anos fechado, volta a atender o povo manauara e também os turistas que visitam a cidade.

De acordo com Rafael Assayag, secretário municipal do Centro, será elaborada uma cerimônia que demonstre a importância da entrega do mercado à população, com muita música, cultura e história.

“O mercado vai ser o local de referência da venda de produtos e mercadorias de qualidade além de artesanato aos turistas. Será um ponto para quem vem de fora e quer conhecer Manaus e também um local para quem é da cidade e quer comprar ou comer bem”, disse o secretário.

Todos os permissionários estão passando por treinamento que visa melhorar o padrão de qualidade no atendimento e na manipulação de produtos.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.