Preços ao produtor e da construção civil puxam IGP-10 de junho para cima

Rio de Janeiro- O Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) teve variação de 0,63% em junho, divulgou hoje (14) o Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getulio Vargas. O índice, que leva em conta dados coletados entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência, havia caído 0,09% em maio.

Entre os indicadores que compõem o IGP-10, o Índice de Preços ao Produtor Amplo teve, em junho, variação de 0,43%, maior que a registrada em maio, -0,39%. Os bens intermediários e as matérias-primas tiveram aumento de taxas, e os bens finais apresentaram uma ligeira queda, de 0,22%, para 0,17%.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), outro componente, repetiu em junho a variação de 0,39% registrada em maio, com quatro das oito classes de despesa registrando decréscimo em suas taxas de variação: saúde, alimentação, despesas diversas e vestuário. Por outro lado, habitação, educação, leitura e recreação e comunicação tiveram aumento da taxa. Já o transporte teve o mesmo índice apurado em maio.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), terceiro indicador do IGP-10, teve em junho variação de 2,48%, maior que os 0,79% de maio, com aceleração do custo da mão de obra, que passou de 1,10% para 4,19%.

(Agência Brasil) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.