Policiais civis do Amazonas são capacitados para atendimento a mulheres vítimas de violência

(Foto: Alfredo Fernandes – Agecom)

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria Executiva de Políticas para Mulheres (SEPM), realizou nesta terça-feira, 10 de setembro, a 1ª Capacitação para Policiais Civis da Secretaria de Segurança Pública com informações, debates e palestras sobre violência doméstica, Lei Maria da Penha e como deve ser o atendimento à mulher vítima de agressão, entre outros assuntos relacionados.

O evento foi realizado no Auditório Belarmino Lins, da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE-AM).

A capacitação faz parte da programação prevista na campanha nacional “Compromisso e Atitude”, que é apoiada pelo Governo do Amazonas com o intuito de melhor qualificar o atendimento às mulheres vítimas de violência, principalmente junto aos novos policiais e estagiários que atuam na Delegacia Especializada em Crimes contra Mulher (DECCM) e nos Distritos Integrados de Polícia (DIPs).

“Essa é a primeira capacitação de policiais civis com informações generalizadas sobre políticas para mulheres, Lei Maria da Penha e, principalmente, sobre o atendimento especial que deve ser dado à mulher vítima de violência. Precisamos melhorar e apresentar uma maior humanização nesse atendimento, com mais responsabilidade e atenção às vítimas”, comentou a secretária Rebecca Garcia, titular da Secretaria de Governo (Segov), órgão ao qual a SEPM é vinculada.

A palestra “A Política para as Mulheres no Estado do Amazonas”, proferida pela titular da SEPM, advogada Márcia Álamo, abriu a programação abordando os serviços e ações que a secretaria já executou desde sua criação em março deste ano.

“Eventos dessa natureza são muitos importantes, uma vez que as delegacias são portas de entrada das denúncias de violência contra a mulher. O acolhimento, a oitiva qualificada e o correto encaminhamento da denúncia por parte do policial é de fundamental importância para a vítima. Por isso, a necessidade de capacitações”, disse Márcia Álamo.

O curso também levantou um debate sobre “Violência Doméstica contra a Mulher: Análise da Lei Maria da Penha”, conduzido pela promotora do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Anabel Vitória Mendonça de Souza.

A capacitação teve ainda a participação do titular da Polícia Civil, Josué Rocha, que elogiou a proposta do curso. “É muito importante que os agentes que recebem esse tipo de ocorrência tratem essas mulheres com uma atenção redobrada para que elas se sintam segura de levar a denúncia em frente”, frisou.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.