Piscicultura recebe incentivo em Novo Aripuanã (AM)

(Reportagem: Paula Vieira)

Agricultores/produtores do município de Novo Aripuanã (distante a 227 quilômetros de Manaus), receberam visita técnica dos representantes do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam).

O objetivo foi realizar vistorias nas propriedades para a liberação do cadastro de aquicultor dos proponentes a atividade de piscicultura. Estiveram acompanhando a visita o engenheiro de pesca da Sepa/Sepror, Doney Vitor de Souza e o gerente do IDAM local, Lorivaldo Barros.

Os vinte e três proponentes a atividade tem como proposta a liberação de até cinco hectares para implantação do projeto, distribuídos em 10 tanques escavados com dimensões de 50m x100m com capacidade de até 2.500 alevinos/tanque.

A ampliação da produção de peixes no município de Novo Aripuanã é uma das metas do Programa Amazonas Rural que consiste na instalação de 100 hectares de lamina d’água. “A proposta é atingirmos 20 proponentes para assim alcançarmos os 100 hectares, que terá capacidade de produzir 800 toneladas de pescado”, disse Barros.

Segundo ele, a piscicultura é uma atividade de baixo impacto ambiental e de grande retorno econômico e quando bem aplicada pode trazer inúmeros benefícios.

Para o engenheiro de pesca, Doney Souza, esse momento foi crucial para fortalecer a atividade, uma vez que com as vistorias já é possível criar expectativas para o próximo passo, que será a busca do financiamento via Banco do Brasil ou Banco da Amazônia.

“Essa foi mais uma oportunidade que o governo do Amazonas proporcionou para as famílias rurais e sem dúvida é mais uma fonte de renda que irá garantir o sustento de nossos filhos”, destacou a agricultora Nazilene Quadros.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.