“Pezão” sentiu o “Mãozão” de Cain Velasquez

Las Vegas, USA – Disputa de cinturão acaba ainda no primeiro assalto e americano segue com título.

O reencontro entre Cain Velásquez e Antônio Silva era uma revanche do duelo que acontecera há quase exato um ano. No primeiro duelo, vitória por nocaute do americano. Na revanche, no UFC 160, que aconteceu em Las Vegas, neste sábado, o mesmo resultado. O campeão manteve seu cinturão da categoria ao derrota novamente o paraibano também no primeiro round. Com um início agitado, o confronto teve seu desfecho de forma rápida. Apesar de confiante, o brasileiro sentiu a mão do dono do título e não conseguiu reagir aos ataques sofridos pelo adversário. Agora, o UFC deve promover o tira-teima entre Junior Cigano e Velásquez.

– Eu ganhei o título, agora estou defendendo, e tenho lutado contra os melhores. Fico feliz com isso. Eu queria me movimentar bastante, procurar as entradas de quedas e entrar com os golpes. O Cigano é duro, sempre foi duro. Minha equipe vai me ajudar nessa nova luta. Mas, agora, quero ir para casa, encontrar minha família e descansar – disse o ainda campeão, sem comentar muito sobre a trilogia com o brasileiro Junior Cigano.

Velásquez chegou a sua 12ª vitória na carreira de 13 lutas. Sua única derrota foi exatamente para Cigano, em novembro de 2011. A trilogia deve ser concluída até o final de 2013.

A LUTA

1º round

A luta que valia o título dos pesados do UFC começou em ritmo acelerado. E, por conta disso, acabou rápida. O brasileiro foi decidido a evitar as tentativas de quedas do oponente e conseguiu se manter de pé. Mas a trocação do campeão também é perigosa. Após alguns segundos de estudo, Cain Velásquez encaixou um direto no queixo de Pezão e derrubou o brasileiro. Abalado, o paraibano não mostrou reação e, após sofrer série de golpes na cabeça, ainda no chão, o árbitro interrompeu a disputa, anunciando a vitória por nocaute técnico do americano.

(Lancenet)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.