PC recupera celulares roubados, apreende arma de fogo e prende bando especializado em roubos na capital

Manaus, AM – A Polícia Civil do Amazonas, por meio das equipes de investigação da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (Derfv) e 12° Distrito Integrado de Polícia (DIP), sob o comando dos delegados Cícero Túlio e Raul Augusto Neto, titulares, respectivamente, das unidades policiais, deflagrou ao longo de quinta-feira (20/12), a operação “Rota 157”, que resultou nas prisões, em flagrante, de cinco pessoas que estavam sendo investigadas por integrarem uma organização criminosa especializada em roubos na capital.

O resultado da ação policial foi divulgado durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta sexta-feira (21/12), às 10h, no prédio da Derfv. Na ocasião, foram apresentados: Adailson da Silva Simões, 24; Denison da Silva Corrêa, 22; Vânia Ferreira dos Santos, 31; Wallace Victor Souza, 26, conhecido como “Pipoca”, e William Clementino da Silva, 29.

Com os infratores foram recuperados 14 aparelhos celulares roubados. Os policiais civis apreenderam com o bando, ainda, um revólver calibre 38 e um facão ninja.

De acordo com o delegado Cícero Túlio, os policiais civis da especializada e 12° DIP iniciaram as diligências em torno do caso após receberam informações na quinta-feira (20/12) de um roubo ocorrido na última quarta-feira (19/12), em uma panificadora situada na rua Principal, bairro Japiim, zona sul da capital.

“Ao recebermos essas informações, identificamos, a partir das características da ação, que se tratava de uma organização criminosa que já estávamos investigando há cerca de um mês. Observamos que eles utilizavam um veículo da montadora Gol, de cor vermelha, para cometer os roubos.

O carro pertence a uma locadora de veículos e havia sido alugado pelos elementos. Além disso, tínhamos conhecimento, também, de que o grupo havia efetuado cerca de cinco roubos na capital em pouco mais de um mês de investigações”, explicou Túlio.

Prisões

Conforme o delegado Raul Augusto Neto, os trabalhos para localizar e prender os infratores foram realizados na quinta-feira (20/12), quando os policiais civis identificaram que William estava em posse do automóvel da montadora Gol. “Montamos campana nas proximidades do lugar onde ele morava e ao avistarmos o infrator se aproximar, nós o seguimos até a Comunidade Grande Vitória, bairro Gilberto Mestrinho, zona leste da cidade, onde ele se encontrou com Wallace e Denison. Na sequência nós os abordamos”, disse.

O titular do 12° DIP destacou que ao realizarem a abordagem, os policiais civis encontraram com Wallace um revólver calibre 38, com a numeração suprimida, e quatro munições intactas do mesmo calibre. Foram recuperados em posse dos infratores, ainda, 14 aparelhos celulares e apreendidos um facão ninja, além do automóvel utilizado nos delitos.

Líder do grupo

O titular da Derfv informou que, no momento em que foram presos, William, Wallace e Denison confessaram envolvimento no roubo à panificadora. O trio apontou Vânia como a líder do bando e indicou o lugar onde ela estaria.

A mulher foi presa enquanto aguardava os comparsas na rua Central, bairro Coroado, zona leste. “Vânia cooptava funcionários e ex-funcionários dos estabelecimentos para que eles pudessem repassar informações privilegiadas sobre os locais, facilitando os roubos”, argumentou.

Cícero Túlio ressaltou que o último a ser localizado e preso foi Adailson. As equipes efetuaram a prisão dele na rua Flávio Costa, bairro Corado. Os policiais civis identificaram, ainda, que Denison e Adailson foram funcionários de estabelecimentos comerciais alvos de roubos. Ambos foram cooptados por Vânia e passaram a integrar a organização criminosa.

“Nossas informações dão conta de que esse bando criminoso tenha lucrado cerca de R$ 100 mil, em pouco mais de dois meses, com os delitos praticados. Ainda falta prendermos um indivíduo, identificado até o momento apenas como “Grilinho”, que atuava nos roubos junto com os demais infratores. Iremos continuar as diligências para que ele possa responder pelos crimes praticados”, destacou Túlio.

Adailson, Denison, Vânia, Wallace e William foram autuados em flagrante por roubo majorado e associação criminosa. Wallace irá responder, ainda, por posse irregular de arma de fogo de uso restrito.

Ao término dos procedimentos cabíveis na Derfv, eles serão levados para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, bairro São Francisco, zona sul da capital.

Amazoninarede

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.