Padre irlandês exige pedido de desculpas de Vanderlei Cordeiro

A loucura do padre irlandês contra o maratonista brasileiro dura até hoje
A loucura do padre irlandês contra o maratonista brasileiro dura até hoje
A loucura do padre irlandês contra o maratonista brasileiro dura até hoje

Cornelius Horan, o padre irlandês que agarrou Vanderlei Cordeiro de Lima na parte final da maratona dos Jogos Olímpicos de 2004, não gostou de ter visto o brasileiro acender a pira olímpica. E ainda exigiu um pedido de desculpas por parte do brasileiro.

Em carta enviada à ESPN neste domingo, após ser procurado pela reportagem, Cornelius expressou em um longo texto o quanto está ressentido em ver a consagração do atleta brasileiro, principalmente porque acha que Vanderlei só recebeu a honraria por sua causa.

“Eu me sinto totalmente traído pelo Vanderlei”, escreveu o padre irlandês. “Quando o vi subir os degraus e a ascensão do caldeirão olímpico, eu pensei comigo mesmo: ‘Você não teria feito tudo isso se não fosse por mim’. Não tenho dúvidas de que foi só por causa do incidente em Atenas que ele foi o escolhido”, continuou.

E agora é a vez do padre querer um pedido de desculpas. Não mais seu ao brasileiro pelo ocorrido em Atenas, e sim uma retratação por parte do próprio Vanderlei.

“Vanderlei me chamou de religioso fanático. Eu considero este é um insulto apavorante. Peço para retirá-lo. Penso que agora ele deve me pedir desculpas, e não eu a ele. No começo eu tinha uma grande admiração por ele, pela sua dignidade e espírito esportivo depois do meu ataque contra ele em Atenas. Todo o meu respeito por ele se foi agora completamente. Meu sangue ferveu quando o vi tomar o cenário central na cerimônia de abertura no Rio”, acrescentou.

Vanderlei Cordeiro de Lima foi o escolhido para ser o responsável por acender a pira olímpica, uma das maiores honrarias que um atleta pode receber em nome de seu país. Ele entrou na vaga de Pelé, que não participou por motivos de saúde.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.