Os exemplos de Francisco

Osny Araújo*

O Papa Francisco que na visita de uma semana ao Brasil, mais precisamente nas cidades do Rio de Janeiro e em Aparecida (SP), durante a Jornada Mundial da Juventude e que entrou pela porta dos corações dos brasileiros, durante a semana inteira, em todas as atividades que desenvolveu durante a Jornada Mundial da Juventude, deu um verdadeiro show de carisma e simpatia e foi mais além, demonstrou humildade, fraternidade e se juntou aos mais humildes, deixando um grande exemplo a ser seguido pela classe política brasileira.

Despojado de vaidades e sempre demonstrando muita simplicidade, o Papa com a sua fala mansa, arranhando um “portunhol” compreensível em seus discursos e homilias, deixaram clara a importância dos jovens em qualquer sociedade e solicitou dos políticos maior compreensão para com o povo, especialmente as camadas menos favorecidas, as que mais sofrem em todas as partes do mundo.

O pontífice, falou muito de amor e de esperança e solicitou a participação de todas as forças vivas da sociedade para a construção de um mundo melhor e incluiu a importante participação da juventude nessa construção.

O Papa que chegou ao Brasil num momento complicado e de tensão em função das manifestações ocorridas antes da sua chegada, não demonstrou nenhum receio com essa situação política e percorreu as ruas do Rio de Janeiro em carro aberto, misturou-se com a multidão, cumprimentou peregrinos, acariciou idosos e beijos crianças, momento que certamente ficaram marcados para sempre e que devem servir de exemplos, de que a humildade e a simplicidade não diminuem a importância de uma autoridade e muito menos não ofuscam a liderança de um líder. Esses exemplos bem que poderiam ser seguidos pelas nossas lideranças políticas, que na maioria das vezes só vão ao encontro do povo e especialmente dos mais humildes em época de campanha eleitoral, em busca de votos e depois, esquecem os cainhos percorridos durante a campanha.

O povo brasileiro e especialmente a multidão de jovens dos cinco continentes que participaram no Rio dessa inesquecível jornada de fé sob o comando do Papa Francisco, o primeiro Pontífice sul-americano, natural da Argentina, abraçou de forma muito carinhosa o Papa e certamente ficaram com a fé fortalecida e consciente de como deverão continuar levando as suas vidas a partir desse maravilhoso encontro com o representa de Cristo no planeta terráqueo.

Tomara que o comportamento de Francisco, em todos os momentos da visita que durou uma semana no Brasil, sirvam de exemplos e que impregnados por sentimentos mais puros e profundos, os nossos governantes e parlamentares, possam olhar o povo com outra visão, sentir mais de perto os seus problemas e partirem determinados em busca de soluções, como fé, esperança, humildade e amor, como pregou constantemente o Papa durante a Jornada Mundial da Juventude.

O recado foi dado e os exemplos deixados. Agora, é tentarmos seguir esses ensinamentos de alguma forma para melhorar as nossas vidas e construirmos um país mais justo e igualitário, com mais segurança, saúde, habitação, sistemas viários, saneamento, educação e tantas outras cosias mais que possam transformar para melhorar as nossas vidas e para isso, para essa construção, esperamos contar com a boa vontade, a determinação, a liderança e inteligência da classe política brasileira.

Os exemplos não devem ser seguidos apenas pelos políticos, mas também pelas lideranças da Igreja Católica e o Santo Padre, durante a visita ao maior país católico do Mundo, o Brasil, pediu aos cardeais, bispos e padres que procurem ir ao encontro dos mais humildes, visitar as periferias e distribuir Fe esperança aos mais humildes e necessitados, por entender, que esse é um dos mais papeis que a Igreja deve exercer, especialmente entre os jovens, o futuro do mundo.

Para ele, as lideranças católicas não devem se prender a ideologias de direita, centro ou esquerda e sim com a distribuição da fé, falar de esperança e espalhar o amor entre todas as camadas de forma igualitária e sem vaidades e a juventude, caberá caminhar com determinação e entusiasmo para o futuro na construção de um mundo melhor para todos.

(Postagem simultânea nos sites Noticianahora, Amazonianarede, Tadeudesouza e Jornalismo Eclético)

*Osny Araújo é jornalista e analista político.
E-mail: [email protected][email protected]

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.