O centro está de volta

Osny Araújo*

Hoje, segunda-feira, dia 24 de fevereiro, vou colocar na minha agenda como histórico uma data histórica.

Fazia tempo que não tinha prazer em transitar pelo centro da minha cidade. As vezes que precisava passar pelo centro, especialmente na Praça da Matriz e nas ruas do quadrilátero, c começar pela Eduardo Ribeiro tinha revolta e até vergonha da minha cidade, que no seu centro apresentava uma verdadeira “favela urbana” para os turistas e de desconforto para os manauaras.

Por tudo isso, hoje bem cedo, o meu primeiro compromisso na rua foi dar uma volta no centro e confesso eu fiz um grande programa.

Fiquei feliz, orgulhoso e aliviado em ver o centro histórico da minha bela Manaus, com as calçadas livres das incomodas barracas dos “camelôs”, que por muitos anos tomaram conta do local, impróprio para passeios e ruim para fazer compras além de oferecer uma grande má impressão para os turistas. Fiquei feliz, orgulhoso e posso dizer que respirei aliviado.

O prefeito Artur Neto (PSDB), que há mais de vinte anos quando governou Manaus pela primeira vez limpou o centro, retornou a Prefeitura e com ele, a esperança da cidade voltar a ter o seu centro histórico, digno e revitalizado, mas para isso era necessário enfrentar um grande desafio, a retirada dos ambulantes, que começa a ocorrer.

A promessa foi feita nos palanques políticos quando Artur disputava a eleição. O tempo passou, Arthur venceu o pleito e agora, um ano mais tarde, a promessa começa a ser cumprida, apos muita conversa com os ambulantes e o apoio da sociedade e da bancada governista na Câmara Municipal e um projeto bem elaborado, que visa entre outras coisas dar dignidade e melhoria de vida a esses ambulantes ontem domingo, foi o “Dia D” e o centro começou a ganhar nova cara, ou seja, o prefeito Arthur Neto, começa a devolver aos manauras um centro bonito, digno e com calçadas livres. Uma beleza.

Arthur que nunca fugiu aos desafios por onde passou, acompanhou de perto e debaixo de chuva a operação da retirada dos “camelôs” para as galerias, ainda provisórias, também no centro, mas de forma organizada e chegou até a ajudar os garis a lavar as calçadas da Eduardo Ribeiro, que parece até ter ficado mais clara e ampla com a r4tiradas da bancas.

A retirada dos ambulantes foi apenas o início desse processo de revitalização do local, que deverá ganhar uma série de melhorias, a começar pela recomposição das calçadas quebradas e outros benéficos, para que o local volte a ser palco de passeios agradáveis da população, admirar as belezas arquitetônicas e chamar a atenção dos visitantes para as belezas do local. A verdade é quem visitar hoje o centro já sentirá uma grande diferença para melhor, como eu senti logo cedo.

Obrigado prefeito Arthur Neto por devolver a Manaus o seu centro para que seja admirado por manauaras e turistas e parabéns por estar atuando com responsabilidade para oferecer aos “camelôs” uma vida mais digna e de esperança no futuro.

A prefeitura sob o seu comando está realizando o seu trabalho, agora, caberá a sociedade ajudar o Poder público a zelar pela manutenção da revitalização do centro que está apenas começando, lembrando que esse trabalho não é apenas para os visitantes durante a Copa.

Os grande beneficiados serão sem nenhuma dúvida os moradores desta Manaus, que um dia foi apelidada de “cidade sorriso”. Parabéns e obrigado prefeito Arthur Neto, por devolver a cidade o seu centro histórico limpo das bancas que marca o início de uma grande revitalização.

• Osny Araújo é jornalista e analista político.
• Emails: [email protected]@gmail.com

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.