Naça vence o Altos (PI ) mas é eliminado na Serie D por gols

Naça vence o Altos (PI ) mas é eliminado na Serie D por gols

Jacaré até abriu o placar aos dois minutos do primeiro tempo, com Vitor Bafana, mas sofreu a virada e ficou próximo de perder toda a vantagem adquirida no primeiro jogo. Marconi, porém, freou a reação e selou a vaga

Manaus, AM – O Nacional ficou a um gol de uma disputa por pênaltis e manter-se vivo em uma partida que seria histórica, mas, no fim, foi mesmo o Altos que classificou-se às oitavas de final da Série D do Campeonato Brasileiro.

A equipe do Piauí perdeu por 4 a 2, neste domingo, no estádio Ismael Benigno, mas garantiu-se na vantagem confortável por três gols de diferença construído no jogo de ida e ficou com a vaga de forma merecida. Sousa, Danilo Galvão e Fininho, duas vezes, marcaram os gols da vitória, mas Vitor Bafana e Marconi garantiram um espaço na próxima fase.

Com a classificação, o Altos agora enfrenta o Ferroviário-CE nas oitavas de final, a qual retorna após dois anos. Por ter realizado melhor campanha até aqui, a equipe decide uma possível naga nas quartas sob o apoio de sua torcida, no Piauí.

Para quem precisava reverter uma desvantagem de três gols, o Nacional começou a partida, no mínimo, desligado. Logo no segundo minuto, Tote cobrou escanteio, Vitor Bafana subiu mais alto que todo mundo e abriu o placar – marcando o quarto gol com a mesma jogada.

O Leão não sentiu o baque e correu atrás do prejuízo. Aos 12, Sousa cobrou falta magistral no ângulo esquerdo de Gideão e igualou o marcador. Mesmo em cenário favorável, os visitantes não jogaram com regulamento embaixo do braço.

Era o time da casa que mantinha a posse da bola e tentava propor o jogo, mas o Jacaré em nenhum momento abdicou de atacar. Aos 26, teve a chance de marcar o segundo, quando Manoel foi derrubado por Wanzeler na área, e o árbitro assinou penalidade.

O próprio camisa 9 cobrou, e o arqueiro saltou no canto direito para fazer a defesa. Aos 41, O Altos teve mais uma oportunidade de desempatar, dessa vez com Klenisson. Wanzeler, de novo, levou a melhor e deu números finais a primeira etapa.

Sem nada a perder, Lecheva efetuou uma substituição ainda no intervalo: sacou o volante Lucas e colocou o centroavante Danilo Galvão. A mudança surtiu efeito logo depois.

Aos dois minutos, Anderson cruzou rasteiro, e o camisa 19 empurrou para as redes. Aos 13, o Leão ampliou, dessa vez com Fininho.

O meia cobrou falta pelo lado esquerdo, a bola passou por todo mundo e morreu dentro do gol. Quando a torcia começava a acreditar, o Altos jogou um balde de água fria na reação.

Charles falhou na saída e perdeu a bola para Kleisson. O atacante lançou em profundidade para Marconi, que entrou cara a cara com Wanzeler e teve categoria para tirar do goleiro e diminuir a contagem.

Quando tudo parecia acabado, o Leão ainda ampliou novamente a contagem, com Fininho, mas era tarde para marcar o quinto e levar aos pênaltis.

Amazoninarede-GE

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.