Messi pode ser condenado a 22 meses de prisão por fraude fiscal

Se condenado por fraude fiscal, Messi ( E), poderá pegar até 22 meses de prisão
Se condenado por fraude fiscal, Messi ( E), poderá pegar até 22 meses de prisão
Se condenado por fraude fiscal, Leonel Messi (E), poderá pegar até 22 meses de prisão

Internacional – Apesar da absolvição do Ministério Público, a Receita Federal decidiu manter a acusação contra o jogador. Juntamente com seu pai, Jorge Messi, o craque do Barcelona e da Seleção da Argentina é investigado por sonegação fiscal entre os anos de 2007 e 2009. O valor é de mais de 4 milhões de euros. A investigação começou em 2013, após uma denúncia do jornal ‘El País’.

A procuradoria acredita que o jogador não sabia do esquema criado pelo pai. Mesmo assim, Lionel Messi foi indiciado como coutor do crime. Ele pode pegar até 22 meses de prisão. A situação do pai do craque, porém, é um pouco mais complicada. Até o Ministério Público, que absolveu o atleta, pede a condenação de Jorge.

Diante do escândalo envolvendo seu nome, Messi se defendeu nesta quinta-feira (8) e divulgou uma nota oficial. No comunicado divulgado pela empresa que gere a carreira do argentino, o craque fala da absolvição do Ministério Público, rebate o pedido de prisão de quase dois anos e afirma que a defesa se pronunciará nas próximas semanas.

Atualmente, Lionel Messi se recupera de uma lesão no ligamento colateral interno do joelho esquerdo, sofrida no dia 26 de setembro, em partida válida pelo Campeonato Espanhol, contra o Las Palmas. A previsão é que o craque volte aos gramados em seis semanas.

No SBT Brasil desta quinta-feira, direto de Buenos Aires, a correspondente Patrícia Vasconcellos traz todos os detalhes desse imbróglio jurídico envovendo Lionel Messi e seu pai.

Amazonianarede-SBT

 

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.