Memorial da Câmara será espaço público e patrimônio de Manaus, diz Bosco Saraiva

(Foto: Robervaldo Rocha – CMM)

No aniversário de 344 anos de Manaus, a Câmara Municipal (CMM) presenteou a cidade com um espaço público que resgatará a história política da cidade e da Casa Legislativa que completa 180 anos em dezembro desde ano.

O espaço está equipado inicialmente com 11 telas sensíveis ao toque, conteúdo multimídia com tradução em libras e em breve receberá também documentos, itens pessoais de figuras históricas e medalhas – como a que Papa Francisco deu ao arcebispo de Manaus Dom Sérgio Castriani, que foi doada para a Câmara. Está previsto ainda, em uma segunda etapa, uma sala de cinema que funcionará no auditório da Casa.

De acordo com o presidente, Bosco Saraiva (PSDB), a sala funcionará no mesmo horário do memorial, de 9h às 14h, para que estudantes possam ver filmes e documentários de cineastas como Silvino Santos, que é pioneiro do cine-documentário no Amazonas, e dará nome à sala.

“É um espaço público, aos cuidados da Câmara, mas patrimônio de Manaus”, ressaltou Bosco Saraiva durante a solenidade realizada na manhã desta quarta-feira (23), onde também destacou que hoje a Câmara iniciava o trabalho de resgate da memória da política municipal.

“É fundamental que a gente tenha viva a história de grandes políticos que passaram pela cidade e que escreveram a história do parlamento. A partir de hoje temos um espaço permanente para os cidadãos de Manaus. O acervo será melhorado cada dia e eu tenho certeza que muita gente contribuirá para isso. Assim, com muita simplicidade, teremos um rico banco de dados da cidade que vai ter relatos desde Manoel Gonçalves Loureiro, primeiro presidente da Câmara (1833 a 1836), até os dias atuais com toda a história de Manaus”, afirmou Bosco Saraiva.

Todos os vereadores presentes inauguraram o espaço e elogiaram a iniciativa. Bosco Saraiva e Mário Frota (PSDB) citaram ainda a importância de relembrar os feitos dos ex-senadores Fábio Lucena, Jefferson Peres, João Bosco Ramos de Lima, que saíram da Câmara direto para o Senado Federal para representar o Estado. “Muita gente olha a Câmara, mas não sabe como é, não conhece sua história. Muitos herois passaram por aqui como o ex-senador Fábio Lucena que é o maior deles para mim”, Lembrou Frota.

Mário Frota, que faz parte da história política da cidade tendo sido deputado federal por três mandatos, estadual por dois, vereador por três mandatos e até vice-prefeito, disse que a área será importante, principalmente para os estudantes, que terão acesso às fotos, documentos e filmes por meio de equipamentos modernos e atuais.

O vereador Dr. Gomes (PSD), que está no 5º mandato legislativo, desde 1996, disse que se sente honrado em fazer parte desse momento histórico. “Isso aqui é história. Significa memória política histórica e de grandes transformações políticas que ocorreram em Manaus e na Câmara nesses mais de 180 anos”.

Homenagem a Carlos Zamith

O salão onde funcionará o memorial foi reformado e recebeu o nome do ex-vereador, escritor, historiador e jornalista Carlos Zamith. Familiares do homenageado acompanharam a solenidade e se emocionaram com o resultado. “É de grande satisfação ver o reconhecimento do trabalho feito por meu sogro. Parabéns para o presidente da Câmara e para todos os servidores que estão à frente deste trabalho”, ressaltou a nora do ex-vereador Carlos Zamith, que conheceu o memorial ao lado do filho e neto do homenageado, Roberto Agra Zamith.

Mais de 30 vídeos

O local, que será um espaço de referência da cidade sobre os fatos históricos dos políticos amazonenses, funcionará no salão nobre da Câmara, de 9h às 14h, de segunda a sexta-feira.

As telas com tecnologia de ponta serão equipadas com fones de ouvido, terão tradução em libras e responderá aos gestos dos visitantes que poderão escolher o conteúdo. Ao todo, são mais de 30 vídeos que contam a trajetória dos três ex-senadores Fábio Lucena, Jefferson Peres, João Bosco Ramos de Lima, do governador do Amazonas, Omar Aziz, da Câmara, de Manaus e dos ex-presidentes da CMM, desde 1833.

A atualização das informações será contínua, com novas fotos, vídeos e objetos que podem ser doados ou cedidos para exposição na Câmara. O memorial está em busca de objetos pessoais, fotos históricas, livros, vídeos ou qualquer item da família e de amigos que contem a história da política manauara.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.