LIRAa: Macapá apresenta baixo risco para Dengue

As ações direcionadas para o combate à Dengue, realizadas pelo setor de endemias da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) estão mostrando resultado. Após dois anos e meio o índice de infestação Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, volta a cair em Macapá.

A confirmação veio através do IV Ciclo do Levantamento do Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa) de 2013, realizado pelos agentes de combate às endemias, de 1º a 5 de julho.

Desde Janeiro de 2010 os índices se mantiveram entre médio e alto risco. Neste IV levantamento do ano o Índice de Infestação Predial (IIP) acusou 1%, considerado de Baixo Risco para Dengue. Nos três primeiros ciclos deste ano os índices apresentaram médio risco, em queda.

A diminuição do índice de infestação da dengue está diretamente ligada às constantes ações por parte do setor de endemias. Exemplos de como as atividades estão dando certo são os bairros Brasil Novo, Loteamento Amazonas e Parque das Palmeiras, que apresentaram alto risco para dengue e agora estão com médio risco.

Um dado identificado pelo LIRAa preocupa a secretaria: os criadouros preferenciais. Além de continuarem sendo os do tipo D2, que são os lixos e outros resíduos sólidos, nesta pesquisa, eles aparecem com uma frequência de 69%. Isso quer dizer que os agentes estão encontrando larva do mosquito em tampinhas de refrigerantes, descartáveis, latinhas, plásticos, casca de ovos, nos quintais das residências.

Mesmo com índice de 1% preconizado pelo Ministério da Saúde como Baixo Risco, a população deve permanecer atenta. O diretor de vigilância ambiental, responsável pelo setor de endemias, Cairo Trindade, faz um alerta aos moradores de Macapá.

Mesmo com o resultado positivo, onde oito grupos de até dez bairros, cada, apresentaram baixo risco, cinco apresentaram médio risco e três alto risco. O setor permanece vigilante, intensificando as ações nos locais de médio e alto risco, sem descuidar dos que apresentaram baixo risco.

Situação da Dengue em Macapá: Até o dia 03 de julho foram notificados 726 casos de dengue considerados suspeitos em Macapá, destes, 471 positivos, 211 descartados e 44 em andamento, aguardando resultado.

(Sejel)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.