Libertadores: Luxemburgo é suspenso e multado em R$ 50.000

Por causa de confusão contra Huachipato, no interior do Chile, Conmebol resolveu tirar o treinador de seis partidas de competições sul-americanas.

O técnico do Grêmio, Vanderlei Luxemburgo, foi suspenso pela Conmebol por seis partidas de competições sul-americanas, depois de ser considerado um dos culpados da confusão que marcou o fim da partida de sua equipe contra o Huachipato, no último dia 18, no encerramento da fase de grupos da Copa Libertadores.

Após o empate por 1 a 1 que classificou o Grêmio para as oitavas de final e eliminou o time da casa, houve uma grande confusão que terminou com Luxemburgo sendo agredido. Na visão do tribunal disciplinar, o técnico provocou os chilenos e por isso recebeu a punição, que vale a partir desta quarta-feira, às 19h30, no jogo de ida das oitavas, contra o Independiente Santa Fe, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre. Mais pesada foi a pena para o auxiliar de Luxemburgo, o ex-volante Emerson: oito jogos de suspensão. O zagueiro Douglas Grolli, que também brigou, fica de fora por cinco partidas.

Além da suspensão, Luxemburgo ainda foi multado em 25.000 dólares (cerca de 50.000 reais), Emerson em 20.000 dólares (40.000 reais) e Douglas 10.000 dólares (20.000 reais). Do lado chileno, foram suspensos por um jogo o técnico Jorge Pellicer (multa de 1.000 dólares – 2.000 reais; o preparador físico Marcelo Rosemblat (multa de 2.000 dólares); enquanto os jogadores Arrué e Núñez pegaram três jogos cada e multa de 5.000 dólares cada um; e Espinoza levou gancho de cinco partidas e multa de 10.000 dólares. Como o time chileno já está eliminado, essas penas serão cumpridas na próxima vez em que eles disputarem uma competição da Conmebol.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.