Inscrições para voluntários na Copa encerram domingo (16)

Manaus – Serão encerradas neste domingo, 16, as inscrições para o “Brasil Voluntário” – programa de iniciativa do Governo Federal para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 ™.

Segundo o Ministério do Esporte, 2.745 pessoas já estavam inscritas no programa até a manhã desta sexta-feira, 14.

Do total de inscritos, 500 buscaram o programa esta semana. “Estamos felizes com o sucesso das inscrições e apostamos que nos próximos dias este número vai aumentar ainda mais. Tivemos uma receptividade muito boa nas nossas ações. Na “Faixa Liberada” da Ponta Negra, na última quarta-feira, por exemplo, não éramos somente nós que abordávamos as pessoas para dar explicações sobre o programa. Pelo contrário, as pessoas faziam questão de ir até nosso stand para a busca de informações”, disse a gestora estadual do Brasil Voluntário, Ozeneide Casanova.

Ela explicou que a Prefeitura de Manaus e o Governo do Estado realizarão mais ações até domingo, 16, quando serão encerradas as inscrições. Neste sábado, 15, a movimentação será na Arena da Amazônia, a partir das 15h, no jogo entre Fast e Princesa do Solimões – o primeiro da final do Campeonato Amazonense. No domingo, 16, a última convocação ocorrerá na Faixa Liberada, das 7h ao meio-dia.

Inscrições

As pessoas que estiverem interessadas em participar do Brasil Voluntário devem se inscrever, até domingo, 16, pelo site www.brasilvoluntario.gov.br. Ao preencher o formulário, o candidato deve ficar atento aos principais dados pessoais, como nome, CPF, nome da mãe e a data de nascimento. Quem recebeu o e-mail de convocação pode acessar o treinamento virtual e iniciar a capacitação até 18 de abril.

Participação garantida

Entre os amazonenses que garantiram sua inscrição no “Brasil Voluntário” está Rayner Frank, de 22 anos. O jovem explicou que se interessou pelo programa depois de perceber que poderia participar da Copa do Mundo de uma maneira diferente.

“A princípio não pensava em participar, mas após ler mais a respeito do serviço voluntário, vi a possibilidade de uma grande experiência, daquelas que a gente conta para os netos e, claro, terei a sensação de fazer parte diretamente deste evento que chama muita atenção”.

Outro ponto citado por Rayner foi a possibilidade de ter contato com outras culturas como voluntário. “A sensação de ajudar ao próximo, principalmente um turista em uma cidade completamente desconhecida já é gratificante. E, claro, a troca de experiências, tanto profissional como intelectual”, comentou.

Foto: Karla Vieira/Semcom e Divulgação

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.