Fruto de camu-camu ganha destaque em São Sebastião do Uatumã

Camu-camu

Camu-camu

Amazonianarede – Paula Vieira

Fruto amazônico conhecido como camu-camu tem ganhado destaque no município de São Sebastião do Uatumã (a 247 km de Manaus). A equipe técnica do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam), tem realizado visitas de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) em localidades da região com o intuito de disseminar técnicas e práticas de manejo do fruto. No último dia 16, quarta-feira, a visita foi realizada na Unidade de Produção Familiar (UPF) denominada São João, situada na estrada da Integração, ramal do PT, de propriedade dos agricultores familiares João Cabral e Terezinha Almeida.

Em uma área total de 1,5 hectares são cultivadas cerca de 600 plantas de camu-camu, que atualmente já tem destino certo para a comercialização. A polpa do fruto é comercializada no mercado local (sede do município) e o excedente é exportado para a capital do Estado.

“Os agricultores cultivam a área desde 2003, onde é possível colher uma produção em torno de 12 quilos de fruto por planta”, disse o técnico agrícola do Idam, Celso Melo da Silva.

Conforme o gerente da Unidade Local, Pedro Silva, o camu-camu tem sua distribuição natural nas margens dos rios, lagos e igarapés, o que acontece tanto em águas escuras como em águas claras. O período de frutificação na região varia de novembro a abril, podendo ser cultivada em terra firme, além de apresentar uma excelente adaptação, bom crescimento e produtividade em áreas de baixadas. Podemos aproveitar áreas com essas características para o cultivo, afirmou.

Vale ressaltar, que o camu-camu é uma espécie pertencente à família botânica Myrtaceae e tem despertado o interesse de diversos setores industriais por possuir um alto teor de vitamina c.

De acordo com pesquisas cientificas, o fruto de camu-camu produz ácido ascórbico que varia entre 0,8 g a 6,1 g em 100g de polpa integral. A concentração do ácido no camu-camu é superior ao da acerola (1,79 g / 100 g de polpa) e recentemente é considerada como a fruta mais rica em vitamina c.

(Fonte IDAM Central) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.