Festa do Guaraná apresentará rainha, lendas, shows e mitos do Amazonas

Amazonianarede – Osny Araújo

Maués – A Festa, que é o maior evento cultural do município, começa amanhã e vai até o dia 2 de dezembro, com muita diversão e praia. A banda de rock RPM será a atração nacional do evento.

A cidade de Maués, a bela “Mundurucânia”, terra que produz o saboroso fruto do guaraná, está na contagem regressiva e ultima os preparativos para inauguração da 33ª edição da tradicional “Festa do Guaraná” que será aberta ao grande público no próximo dia 30 de novembro e termina no dia 2 de dezembro como tradicionalmente ocorre, sempre com grandes atrações, com concursos de trajes típicos e ainda da rainha do festival, sempre abrilhantado por lindas “mundurucânias” e shows musicais.

A festa, que movimenta toda a cidade, mas com a grande concentração popular na charmosa praia da Ponta da Maresia, é a maior manifestação cultural da cidade que só tem acesso por via fluvial ou aérea e fica a pouco mais de 300 km de Manaus.

Para a confecção dos trajes, que sempre fazem referência ao guaraná, são usados folhas,frutos, palha, escamas de peixe, cipó, penas, entre outros. O prêmio para o criador da vestimenta é de R$ 1 mil e para a modelo, R$ 500.

Durante a festa, a comercialização de artesanato na cidade, elaborados com produtos e subprodutos do guaraná, faz a alegria dos artesãos, que conseguem um bom faturamento com a venda dessas lembranças aos turistas, especialmente os fabricados com a massa do próprio guaraná, além da comercialização em larga escala dos famosos “bastões” de guaraná, muito procurado pelos visitantes, pela fama que a fruta tem de afrodisíaca.

A FESTA

Para celebrar a colheita, que acontece uma vez por ano a partir do mês de outubro, os produtores se reúnem neste evento para mostrar as diversas formas de consumo do guaraná e a cultura dos moradores – a maioria descendentes deindígenas. Dentre as diversas atividades, há a representação teatral da lenda e do mito do fruto.

Nesse recebe visitantes de Manaus e de outros estados para a festa, que é uma de suas principais comemorações, mas maior afluência ocorre por parte dos habitantes dos municípios que ficam no chamado baixo-Amazonas, mais próximos de Maués, como Itacoatiara, Urucurituba, Urucará, Silves, Itacoatiara, Parintins e Nhamundá, isso para falar apenas em municípios do Amazonas.

Centenas de grandes, pequenos e médios e barcos ficam ancorados na praia, enquanto os donos se divertem com shows, apresentações, comidas e bebidas típicas.

O evento, organizado pela prefeitura com patrocínio do Guaraná Antártica, chega a movimentar em larga escala a economia municipal, além de reunir os produtores de guaraná e incentivar cada vez mais a sua produção, a maior fonte da economia do município.

Os moradores da cidade vivem basicamente desta produção. São mais de 55 mil habitantes em Maués e amaior parte vive na zona rural por conta do guaraná. “Entre novembro e janeiro, a produção rende ao município cerca de 7 a 10 milhões de reais, segundo informações colhidas junto aos órgãos oficiais da cidade.

LENDA DO GUARANÁ

Um dos pontos marcantes da festa, são as lendas contadas através de bonitas danças folclóricas, todas enfocando o produto guaraná.

O nascimento deste pequeno fruto, que é a principal fonte de renda de Maués, tem algumas histórias. Em uma delas, o guaraná teria nascido do grande amor entre dois índios, Cereçaporanga, da tribo Mawés, e um rapaz da tribo dos mundurucus.

As duas tribos eram rivais, então eles fugiram e foram perseguidos. Desesperados, eles se abraçaram e pediram ajuda aos céus. O deus Tupã lançou um raio sobre os dois.

Todos pensaram que eles tinham morrido, mas eles haviam sido levados ao céu para permanecer abraçados e no solo, onde o raio tocou, Tupã fez brotar uma fruta que lembrava os olhos cheios de paixão e energia da índia: o guaraná. O fruto é conhecido por ser fonte de energia e vitalidade.

ATRAÇÃO NACIONAL

Um dos ícones do rock brasileiro nos anos 80, o RPM é a principal atração da 33a Festa do Guaraná, em Maués, a 257km de Manaus. O tradicional evento acontece na Praia Ponta da Maresia nos dias 30 de novembro e 1 e 2 de dezembro. A banda liderada por Paulo Ricardo se apresenta no encerramento do evento, a partir das 23h, segundo a Secretaria de Turismo do município.

A expectativa da secretaria é de que, pelo menos, 20 mil pessoas prestigiem os três dias de festa. Os hotéis de Maués já estão quase todos com reservas esgotadas, assim como as pousadas das redondezas, informou a pasta.

ESPORTE, SHOWS E PRAIA

O evento terá início às 20h da sexta-feira (30), com shows de bandas locais e a escolha da Rainha do Guaraná.
Na tarde do sábado (1), o município será tomado por competições como a Corrida do Guaraná e disputas esportivas, como futebol, vôlei e futevôlei.

À noite, os visitantes poderão conferir um show e desfiles interessantes e saborear os pratos típicos da cidade, com base no peixe, em especial o tambaqui, tucunaré, surubim e o pirarucu, o maior peixe da agua doce.
Nesse período, a famosa praia Ponta da Maresia fica tomada de banhistas mergulhando nas negras águas do rio Maués, tomando “ banho de sol”, praticando esportes e tomando umas geladas e gravando nas suas lentes e retina as belezas naturais desse belo e bucólico pedaço do Amazonas.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.