Ex-presidiário acusado de estupro, roubo e furto é preso na Zona Norte

Manaus – Respondendo a quatro processos na Justiça por estupro, roubo, tentativa de furto e furto qualificado cometidos no primeiro semestre deste ano na Comunidade Mundo Novo, na Zona Norte de Manaus, Eron Ferreira de Souza, 22, foi preso por Policiais Civis do 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP) na manhã desta quarta-feira (24), por volta das 6h15, durante cumprimento de mandado de prisão.

Eron foi preso quando estava com a esposa e o filho na própria casa, na rua Marquês Avelã, Comunidade Mundo Novo. Segundo Policiais do 12º DIP, ele tentou se esconder na laje da residência antes de ser capturado. O mandado de prisão preventiva de Eron pelo crime de furto, expedido no último dia 22 de julho pelo juiz Carlos Alberto Barbosa da Silva da 3ª Vara Criminal, informava o endereço da mãe do homem como referência.

Entretanto, ao chegarem ao local, a mãe dele informou aos Policiais Civis a real localização do filho.

Entre os crimes cometidos este ano por Eron, furto qualificado praticado no último dia 25 de março contra uma mulher na Comunidade Mundo Novo, precisamente na rua 17, onde ele teria levado da casa da vítima uma TV LCD, joias e cartões de crédito. No dia 13 de abril deste ano, outra mulher foi vítima de Eron, na rua Canadá, bairro Parque das Nações, também na Zona Norte. Dessa vez ele teria roubado um celular da moradora.

Eron é suspeito de cometer mais dois crimes em maio deste ano: um furto tentado na rua 10, Comunidade Mundo Novo, no dia 16, contra um homem. No dia 28 do mesmo mês, Eron teria entrado em uma residência na rua 11 da Comunidade Mundo Novo, roubado um celular e uma máquina fotográfica de um homem e em seguida ter estuprado uma mulher de 21 anos.

Segundo a Delegada Hosana Gomes, Titular do 12º DIP, um documento com a assinatura de 35 pessoas da Comunidade Mundo Novo foi entregue na unidade policial com solicitação de providências sobre os crimes cometidos por Eron na localidade. De acordo com Hosana Gomes, Eron é conhecido pelos vizinhos como autor de crimes, mas em depoimento, o homem confessou apenas a tentativa de furto do último dia 16 de maio. Eron afirmou que todos os vizinhos possuem uma rixa com ele e querem prejudicá-lo.

Eron foi preso pela primeira vez em 2010 por cometer um furto. Por esse crime, ele ficou detido dois anos na Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa e recebeu como condenação uma pena alternativa. “Sou viciado em pasta base de cocaína, mas não cometi esses crimes. Os vizinhos sabem que sou ex-presidiário e por isso querem me prejudicar”, disse ele. Eron será encaminhado para a Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa.

(Ascom)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.