Em Mostra de Gestão, 36 escolas estaduais apresentam seus resultados à comunidade

Manaus – Responsável pelo assessoramento pedagógico e administrativo de 36 escolas em Manaus, a Coordenadoria Distrital de Educação 3 (CDE 3) apresenta desde o dia 3 deste mês os resultados das ações educacionais realizadas nas escolas sob sua responsabilidade nos anos de 2010, 2011 e 2012.

O trabalho faz parte da IV Mostra de Gestão realizada pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc).

Criada em julho de 2005, a CDE 3 é uma das maiores coordenadorias da capital. As 36 escolas assessoradas por ela reúnem 30 mil alunos. Hellen Maciel, coordenadora da CDE 3, conta que pela abrangência da coordenadoria, sua equipe trabalha com escolas em diferentes estágios de desempenho. “Todas as nossas escolas crescem. Umas um pouco mais, outras menos. Mas temos desde escolas com Ideb 2,8 a escolas com nota 7 no Ideb”, comenta Hellen Maciel.

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é uma avaliação do Ministério da Educação (MEC) que busca representar a qualidade da educação a partir da observação de dois aspectos: o fluxo (progressão ao longo dos anos) e o desenvolvimento dos alunos (aprendizado).

No cargo de coordenadora da CDE 3 há dois anos, Hellen Maciel conta que a experiência de gestora de escola tem ajudado no trabalho de apoio às escolas. “Meu olhar de gestora permitiu com que déssemos celeridade a alguns processos, como apoio rápido na área administrativa e gerencial”, defende a coordenadora.

Hellen Maciel destaca que das 36 escolas sob responsabilidade da CDE 3, 16 delas, ou 44,4%, já receberam o prêmio “Escola de Valor”. “Isso mostra que temos gestores comprometidos”, afirma a coordenadora.

Premiação – O “Escola de Valor” é uma premiação dada pelo Governo do Estado às escolas que apresentam as melhores médias e menores índices de evasão. Cada escola recebe um cheque no valor de R$ 50 mil. O prêmio financeiro é investido pelas escolas no aprimoramento dos serviços prestados à população.

A coordenadora informou que o índice de aprovação dos alunos nas 36 escolas que fazem parte da CDE 3 em 2012 foi de 82,7%. “Ficou bem próximo da meta que tínhamos estabelecido para aquele ano, que era 83%. Em 2013, a meta é atingirmos esses 83%”, disse Hellen Maciel.

Segurança – Localizada no conjunto Ajuricaba, zona centro-oeste de Manaus, a escola estadual Raimundo Gomes Nogueira é uma das unidades de ensino que recebe apoio técnico-pedagógico da CDE 3. Em maio, a escola passou a contar com o projeto “Educando com Segurança”. Desenvolvido pela Polícia Militar em parceria com a administração da escola, o projeto tem o objetivo de colaborar com o processo educacional dos estudantes, focando na questão da disciplina.

A escola estadual Raimundo Gomes Nogueira também foi a primeira a receber da Seduc investimentos para reforçar a segurança. “É a primeira escola da capital que tem segurança 24 horas”, disse Hellen Maciel.

Prestação de conta gera transparência – Uma das escolas que participaram da mostra de gestão da CDE 3 nesta terça-feira, 4 de junho, foi a escola estadual Menino Jesus de Praga, no bairro da Chapada, zona centro-sul de Manaus. A escola atende a 220 alunos, do 1º ao 5º ano do ensino fundamental, divididos em dois turnos: matutino e vespertino.

De 2010 para 2011, a nota do Ideb da escola Menino Jesus de Praga passou de 4,6 para 5,4. O desafio da unidade de ensino esse ano é melhorar os índices de abandono, reprovação e aprovação. A missão foi dada à gestora Mônica Regina Maia, que assumiu a direção da escola há três meses.

“Temos noção que alguns dos nossos índices de 2012 não foram bons. Mesmo assim, fizemos questão de apresentá-los à comunidade, para prestarmos conta de forma transparente. Queremos dizer que a nossa mostra de gestão termina aqui, mas o trabalho continua, para termos um 2013 melhor”, declarou Mônica Regina, ao final da apresentação dos alunos da escola.

A mostra de gestão é uma ferramenta encontrada pela Seduc para prestar contas dos investimentos feitos com o dinheiro público nas escolas estaduais, e como essas ações tem impactado no desempenho educacional de cada aluno.

A CDE 3 encerra sua mostra de gestão no dia 7, sexta-feira. Na próxima semana, será a vez da CDE 5. As primeiras coordenadorias a prestarem contas com a comunidade foram as CDE 1 e CDE 3. Atualmente, há 224 escolas públicas estaduais na capital, divididas em sete coordenadorias distritais.

(Agecom – Foto – Eduardo Cavalcante)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.