Diretor do Princesa do Solimões avisa Paysandu: “vamos buscar a classificação”

Manacapuru, AM – O diretor de futebol do Princesa do Solimões, Raphael Maddy, deu um aviso ao Paysandu-PA, adversário deste sábado, 8 de março, a partir das 15h, no estádio Gilbertão, pela volta das quartas de final da Copa Verde 2014.

“Eles que não pensem que já desistimos da classificação. Sábado vai ser uma guerra aqui em Manacapuru. Vamos buscar a classificação”, avisou o dirigente, logo após a vitória por 3 a 1 sobre o Nacional Borbense, válido pelas semifinais do Estadual.

Na partida de ida pela Copa Verde, no estádio Mangueirão, o time paraense venceu por 6 a 1, numa jornada polêmica do árbitro amapaense Valdicleuson Costa. O homem do apito não deu um gol de Fininho, deixou de marcar um pênalti em Marinelson, expulsou dois jogadores do Princesa (Flávio e Michell Parintins) e saiu de campo como “personagem às avessas”.

Para o dirigente do Tubarão, o resultado da partida poderia ter sido outro, caso o árbitro do jogo dia 26 de fevereiro não tivesse numa noite tão infeliz. “O árbitro claramente prejudicou o Princesa e isso nós não engolimos ainda”, disse Maddy, que espera o apoio maciço da torcida de Manacapuru na tarde deste sábado.

Paysandu

De acordo com levantamento feito pelo site do Globo Esporte do Pará, o Paysandu tem o melhor desempenho entre os 16 clubes da Copa Verde. O Papão venceu seus três jogos na competição nacional e todos por goleada. Ao todo, são 17 gols marcados e apenas três sofridos. Porém, paralelo ao torneio, os bicolores disputam o Paraense e os resultados não vem sendo os mesmos. Após o empate em 2 a 2 com o Gavião Kyikatejê, o Paysandu agora acumula cinco jogos consecutivos sem vitória no Parazão.

O último resultado positivo do Paysandu no Estadual aconteceu no dia 2 de fevereiro, dia do centenário do clube, na goleada por 6 a 0 diante do São Francisco. De lá para cá, a equipe do técnico Mazola Júnior empatou duas vezes com o Paragominas pelas semifinais (1 a 1 e 2 a 2), mais duas contra o Remo, na final do primeiro turno (0 a 0 e 1 a 1), além do resultado igual jogando em Marabá-PA, diante do time indígena.

Fonte: Sejel

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.