Desfalcados, Barcelona e Real Madrid disputam o título em Valência

Os dois técnicos com problemas
Os dois técnicos com problemas

Em desvantagem com relação ao Atlético de Madri na briga pela conquista do Campeonato Espanhol, Barcelona e Real Madrid tentam garantir, nesta quarta-feira, o título de ao menos um campeonato nacional na temporada. Os arquirrivais se enfrentam às 16h30 (de Brasília), no estádio Mestalla, pelo jogo única da final da Copa do Rei.

Esta será a sexta final da competição disputada entre ambos. Apesar de terem menos títulos (18), os merengues levam vantagem no confronto direto contra o Barça (o maior campeão, com 26 conquistas). Nas cinco finais anteriores, foram três vitórias do Real – uma delas no último encontro, na temporada 2010-11 – e duas do Barcelona.

Para manter a soberania sobre o rival, o Real não contará com o melhor jogador do mundo. Cristiano Ronaldo segue se recuperando de uma lesão muscular na coxa esquerda, e já foi descartado pelo técnico Carlo Ancelotti. Em seu lugar, será relacionado o atacante brasileiro Willian José.

“Faz falta, mas, como disse o Iker (Casillas), temos muitos jogadores e confiamos nesta equipe, que sempre reage bem aos desfalques. Perderemos um jogador com qualidade incrível, mas quem sabe sua ausência motive mais todos. Fomos bem nas partidas que jogamos sem eles, correndo mais e atuando mais em conjunto”, afirmou Ancelotti.

Por sua vez, o Barcelona terá problemas opostos aos do Real. O técnico Gerardo Martino encontra dificuldades para armar a defesa, já que Piqué é ausência certa e Puyol luta para se recuperar a tempo de retornar.

“Tenho grande consideração por Puyol nos aspectos futebolístico e humano. Será um grande reforço se jogar, tanto para a equipe quanto para seus companheiros individualmente”, disse Martino.

Criticado pela imprensa local e por torcedores do Barcelona, o treinador argentino não acredita que a conquista do título apagará outros insucessos da temporada – como a eliminação na Liga dos Campeões e as derrotas para times pequenos no Campeonato Espanhol.

“É importante por ser a Copa do Rei. Não temos que buscar soluções de coisas que não fizemos em outra competição. O que passou, passou, e seguimos sofrendo”, afirmou Martino.

Derrotado pelo Barcelona em pleno Santiago Bernabéu no último encontro entre ambos, o Real garante que não fugirá de suas características para vencer a decisão. “É uma final. Vamos jogar nossa partida, com nossa identidade. È a única solução que temos para ganhar o jogo”, disse Ancelotti.

Por: Gazeta Press

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.