Crianças têm ilustrações e trabalhos publicados em livro sobre Manaus

Crianças têm ilustrações e trabalhos publicados em livro sobre Manaus

Manaus, A – O livro “Manaus: Minha Cidade, Meu Lugar – Lugares de Aprender”, produzido por crianças e professores da Educação Infantil da rede pública municipal, foi lançado na manhã desta sexta-feira, 12/5, no Parque Cidade da Criança, rua Castro Alves, Aleixo, zona Centro-Sul.  Mais de 45 mil crianças participaram de atividades pedagógicas, em 2016, para elaboração do livro, das quais aproximadamente 200 tiveram as produções selecionadas para compor as ilustrações desta edição.

Essa é a quarta edição desenvolvida por crianças e educadores da Secretaria Municipal de Educação (Semed). A primeira foi lançada em 2013 e intitulada “Na cozinha de Manaus: experiências gastronômicas e escritoras”; a segunda, “Histórias Manauaras: contos, mitos, lendas e fábulas”, em 2014; a terceira, “Bichos do Amazonas”, em 2015; e agora “Manaus: Minha Cidade, Meu Lugar – Lugares de Aprender”, em que os alunos retrataram pontos turísticos da cidade e lugares preferidos no bairro onde moram.

O “Manaus: Minha Cidade, Meu Lugar – Lugares de Aprender” foi produzido durante o ano letivo de 2016. A ação faz parte das atividades do Programa de Ensino Sistematizado das Ciências (Pesc) e utiliza ilustrações e designer personalizados, tendo os alunos da Educação Infantil como público-alvo.

A secretária da Semed, Kátia Schweickardt, afirmou que o Pesc é um projeto voltado para o ensino de ciências, que funciona transversalmente como mais um instrumento pedagógico trabalhado também em outras disciplinas e inclui, inclusive, ações de robótica com foco na Educação Infantil.

“Primeiro nós estamos formando novos escritores, e estamos mostrando para nossa sociedade que ensinando a escrever, entendendo essa linguagem, todos nós podemos aprender a registrar nossa vida. Tenho certeza, que não só estamos melhorando a parte cognitiva da criança, o potencial delas de aprendizagem, como nós vamos começar a despontar com talentos”, comentou.

 Segundo o coordenador pedagógico do Pesc, Sérgio Cunha, o tema foi trabalhado com as crianças e educadores dentro da temática para o conhecimento das pessoas sobre os lugares de nossa cidade.

“Entendemos que todos esses lugares, onde as pessoas se encontram, conversam sobre arte e educação e tudo mais, faz com que a criança aprenda, por isso, que nós fizemos esse projeto, que culminou na edição de um livro. Essa obra foi a partir de ilustrações e textos produzidos por crianças  e acompanhada pelos professores”, citou.

Orgulho

A doméstica Cândida Moraes Monteiro Neto, 38, mãe da aluna Ana Clara Moraes de Castro, 6, da Escola Municipal Ouvidor Sampaio, localizada na AM-010, km 41, zona Rural, ficou satisfeita com o desenho que a filha fez do Encontro das Águas. Para ela, ter uma ilustração da filha publicada em um livro é motivo de muito orgulho e satisfação.

“É uma alegria muito grande está aqui com ela, porque é um sonho para ela. Como ela gosta de desenhar, é algo de muita alegria. Na escola, é uma ótima aluna, conversa muita com todos e é uma das melhores alunas”.

A doméstica Francisca Lopes de Sousa, 56, não se continha de tanta alegria ao ver o desenho da neta, a aluna Eduarda Barbosa Silva, 5, do Cmei Paulo Herban Jacob, na Colônia Terra Nova 2, zona Norte, no livro sobre a cidade de Manaus. “Gostei muito desse momento, pois como avó/ mãe, porque a crio desde quando nasceu, estou emocionada com a participação dela. Ela vai aprender muito mais com tudo isso e vou ajudar nesse aprendizado”, finalizou.

O Pesc proporciona aos alunos a ampliação do conhecimento científico, por meio de materiais didáticos inovadores, lúdicos e contextualizados, ricos em propostas de observação, investigação e experimentação científica, a partir de diferentes situações didáticas privilegiando a prática experimental.

Amazonianarede

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.