CPRM divulga boletim sobre enchente no Amazonas

Amazonianarede – CPRM

Manaus – O Serviço Geológico do Brasil ( CPRM), no Amazonas, divulgou um boletim com a previsão da enchente deste ano no Estado, que não deverá ter grandes proporções, mas deverá provocar sérios prejuízos às populações ribeirinhas.

O primeiro boletim foi divulgado ontem, no final de março será divulgado o segundo e um terceiro no final de maio.

Com dados oficiais desse boletim da CPRM, Defesa Civil do Amazonas começa a traçar as estratégias da ação de atendimento aos municípios prejudicados. Nos sete municípios do Alto Juruá, onde já há cheia dos rios, a situação é de emergência, segundo o Subcomando de Ações de Defesa Civil (Subcomadec).

De acordo com o subsecretário da Defesa Civil, Hermógenes Rabelo, o primeiro alerta é o passo mais importante para as ações preventivas. Nos municípios já afetados pela cheia, o governo do Amazonas está fazendo o monitoramento e preparando a mobilização para atendimento das famílias.

Todo o procedimento de mobilização já está elaborado e um plano de contingência foi pré-estabelecido para casos de emergência, segundo Rabelo.

“Com esse indicativo apresentado vamos começar a preparar e, caso necessário, atender toda a população afetada. É uma grande cheia e vamos tomar as medidas a partir de agora.

Nos municípios do Alto Juruá, de Guajará a Itamarati, a situação é de emergência e estamos em procedimento de mobilização junto ao governo federal para atendimento das famílias. Os sete municípios do Alto Solimões estão em nível de atenção e o acompanhamento do rio é diário”, frisou.

O plano de contingência da Defesa Civil do Estado para a cheia envolve as defesas civis municipais, o Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar, secretarias de Saúde e Educação e as Forças Armadas. As ações também contam com a base de dados do Centro de Monitoramento Hidrológico, inaugurado este ano pela Secretaria Estadual de Mineração, Geodiversidade e Recursos Hídricos.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.