Construtora alemã investiga pagamento de propina na Copa do Mundo do Brasil

Estádio Itaquerão foi palco da cerimônia oficial de abertura da Copa do Mundo de 2014 no Brasil
Estádio Itaquerão foi palco da cerimônia oficial de abertura da Copa do Mundo de 2014 no Brasil
Estádio Itaquerão foi palco da cerimônia oficial de abertura da Copa do Mundo de 2014 no Brasil

São Paulo – A construtora alemã Bilfinger SE informou que investiga denúncias de que funcionários de uma unidade no Brasil subornaram autoridades de cidades que sediaram jogos da Copa do Mundo de 2014. A empresa comunicou que uma “investigação abrangente”, envolvendo auditores externos e um escritório de advocacia, foi instalada depois de receber informações internas no ano passado sobre suspeitas de pagamento de suborno à funcionários públicos e empresas estatais brasileiras.

Segundo informações da empresa, as suspeitas já foram “fundamentadas”, mas a investigação não está completa porque faltam informações sobre quem recebeu os pagamentos e o montante envolvido.

As denúncias estão relacionadas a contratos de monitores de segurança instalados em centros de controle, localizados em “vários grandes municípios”, segundo informou a empresa. A companhia comunicou que o valor total do pedido somou cerca de 6 milhões de euros (6,5 milhões de dólares). (Associated Press)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.