Chuva e granizo causam destruição nos parreirais da Serra Gaúcha

A destruição dos parreirais ocorrem devido as chuvas, aliadas a granizo
A destruição dos parreirais ocorrem devido as chuvas, aliadas a granizo
A destruição dos parreirais ocorrem devido as chuvas, aliadas a granizo

Rio Grande do Sul – A combinação de chuva e granizo deixou muita destruição nos parreirais da Serra Gaúcha. Nas áreas mais atingidas, praticamente a metade da produção foi perdida.

Em uma propriedade de sete hectares em Flores da Cunha, o granizo descascou as plantas e destruiu os cachos que estavam na fase de enchimentos dos frutos.

Em um dos parreirais mais atingidos, estão plantados cerca de 2 mil pés da variedade niágara bordô. Muitos galhos acabaram secando e não vão produzir mais nada.

Dante Rech teve que acionar o seguro para cobrir os prejuízos e conta que jamais tinha vivido um ano tão difícil para a produção de uva.

Produção de uvas, vai sofrer grande queda no Rio Grande do Sul
Produção de uvas, vai sofrer grande queda no Rio Grande do Sul

A realidade do agricultor é a mesma de muitas famílias de Flores da Cunha, município que é o segundo maior produtor de uva do país. Cinquente milhões de quilos da fruta podem ser perdidos, segundo levantamento da Comissão da Uva. Este valor corresponde a metade da produção anual do município.

Já em Bento Gonçalves, maior produtor de uvas do país, o prejuízo foi menor: entre 6% e 7% segundo a Emater.

Amazonianarede-Globo Rural

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.